Automóvel Autoeuropa: Negociações para acordo laboral prosseguem na segunda e terça-feira

Autoeuropa: Negociações para acordo laboral prosseguem na segunda e terça-feira

As negociações sobre um novo acordo laboral na fábrica da Volkswagen vão prosseguir na próxima semana.
Autoeuropa: Negociações para acordo laboral prosseguem na segunda e terça-feira
Bruno Simão
André Cabrita-Mendes 19 de janeiro de 2018 às 15:51
A administração e a comissão de trabalhadores (CT) da Autoeuropa vão continuar as negociações sobre um novo acordo laboral na próxima segunda e terça-feira.

"Estamos a negociar e ainda vai haver negociações para a semana", disse ao Negócios o coordenador da comissão de trabalhadores Fernando Gonçalves depois da reunião de negociações que teve lugar esta sexta-feira, 19 de Janeiro.

Fernando Gonçalves esclareceu que as negociações dizem somente respeito a um novo acordo laboral, isto é, os horários e remuneração relativamente aos fins-de-semana não estão actualmente a ser discutidos.

"Estamos a falar somente sobre o caderno reivindicativo. Estamos a escamotear muita coisa, ainda estamos a falar", explicou.

O responsável adiantou que a comissão de trabalhadores vai ainda marcar um plenário de trabalhadores, que pode vir a ter lugar na sexta-feira, 26 de Janeiro, ou depois.

"Ainda vamos marcar um plenário e a greve ainda virá à discussão. Depois no plenário os trabalhadores irão decidir o que vão fazer" em relação à greve marcada para dia 2 e 3 de Fevereiro, avançou o responsável da CT.

O caderno reivindicativo da comissão de trabalhadores aborda vários temas como aumentos salariais, seguros e apoio escolar.

"É um documento de 24 pontos que incluiu várias matérias, como prémios por objectivos, progressão nas carreiras, seguro de saúde, apoio escolar, bem como uma proposta de aumentos salariais de 6,5% em 2018", disse Fernando Gonçalves em Dezembro à Agência Lusa.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 dias

Quando a VW deslocalizar a produção para a europa de leste, ásia ou marrocos, os ex-trabalhadores vão ter imenso tempo para fazer "contas à vida"... estar com a família... de 2.ª a Dom., férias durante o ano inteiro, descanso a tempo inteiro, etc., ou seja, as mordomias que agora exigem!...

Terminado o T-ROC, não perdem pela demora Há 5 dias

O sectarismo do sindicato na Autoeuropa, afecto à CGTP, que cumpre instruções do agitador Arménio Carlos, o qual, por sua vez, as recebeu do PCP, em cujo Comité Central tem assento, na sua curta visão, não lhe deixa ver que, não fora o investimento já feito, os Alemães tinham já abalado.

Terminado o T-ROC, não perdem pela demora Há 5 dias

O sectarismo do sindicato na Autoeuropa, afecto à CGTP, q cumpre as instruções do agitador Arménio Carlos, o qual, por sua vez, as recebeu do PCP, em cujo Comité Central tem assento, a sua curta visão, dizia, não lhes deixa ver q, não fora o investimento já feito, e os Alemães tinham já abalado.

Parece que a inteligência irá prevalecer Há 5 dias

Felizmente que o agitador encartado ( ao serviço do PCP ) Arménio Carlos, assim como o sindicato controlado pela CGTP, estão a ficar isolados, no seu propósito de dominarem a Autoeuropa.
Os trabalhadores do parque de empresas fornecedoras de peças p/ a Autoeuropa acederam a laborar ao sábado.

ver mais comentários
pub