Automóvel Autoeuropa vai contratar um total de 2.500 trabalhadores para o T-Roc

Autoeuropa vai contratar um total de 2.500 trabalhadores para o T-Roc

Já foram contratados 2.100 trabalhadores para o novo modelo e a empresa pode contratar mais 400, segundo o Diário de Notícias.
Volkswagen Volkswagen Volkswagen Volkswagen Volkswagen Volkswagen Volkswagen Volkswagen Volkswagen Volkswagen Volkswagen
Negócios 23 de novembro de 2017 às 08:57
A Autoeuropa deverá contratar um total de 2.500 novos trabalhadores para produzir o seu novo modelo, avança o Diário de Notícias/Dinheiro Vivo esta quinta-feira, 23 de Novembro.

Inicialmente a fábrica portuguesa da Volkswagen previu contratar 1.500 novos trabalhadores, conforme avançou o Negócios em primeira mão em Outubro de 2016.

Mas este número já foi ultrapassado: as contratações já atingiram os 2.100 trabalhadores. E a Autoeuropa admite vir a contratar mais 400 trabalhadores se o pré-acordo laboral for aprovado no referendo que vai ter lugar na quarta-feira, 29 de Novembro.

O objectivo das contratações é produzir um total de 240 mil automóveis em 2018, um novo máximo nos mais de 20 anos de história da fábrica de Palmela. Com as 2.500 novas contratações, a fábrica vai passar a empregar um total de 5.800 trabalhadores.

O novo modelo da Autoeuropa começa a ser vendido em Portugal esta semana. O Volkswagen T-Roc vai chegar aos stands portugueses na sexta-feira, 24 de Novembro.

Os primeiros T-Roc fabricados na Autoeuropa já foram enviados para exportação. Em meados de Outubro seguiram 1.800  unidades  para a Alemanha, que foi o primeiro mercado mundial a vender o novo modelo da Volkswagen.



A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Fico muito contente com esta noticia. O carro é lindo, feito em Portugal e mais 2.500 empregos. Quando não se vai nas lerias dos sindicatos o pais vai para a frente.

Observador Há 2 semanas

AFINAL ONDE ESTÃO OS MALANDROS DOS TRABALHADORES QUE NÃO QUEREM TRABALHAR ? Ó DIREITALHA (nada fazem e tudo criticam ) ASSUMAM-SE !

Camponio da beira Há 2 semanas

Desde que não sejamos nós a pagar os vencimentos como foi anunciado em 2014!!!

TinyTino Há 2 semanas

Ouçam o tio Camilo Lourenço! Fujam enquanto podem. Este país é só grevistas. Ouçam o guru Camilo Lourenço!

ver mais comentários
pub