Automóvel Autoeuropa vai estar parada por falta de peças para os T-Roc

Autoeuropa vai estar parada por falta de peças para os T-Roc

A fábrica da Vokswagen em Palmela estará parada esta sexta-feira, 15 de Dezembro, devido à falta de peças para os veículos T-Roc.

Esta sexta-feira, a Autoeuropa estará parada, confirmou ao Negócios fonte da empresa, sem adiantar motivos.

 

Dois trabalhadores da fábrica de Palmela avançaram que a razão se prende com a falta de peças para os T-Roc por parte dos fornecedores, pelo que a produção destes veículos estará assim parada amanhã.

 

"Os fornecedores escolhidos foram os mais baratos. Nós, trabalhadores, alertámos que seria problemático. A Administração assim não o entendeu. Aqui está o resultado: o que é barato sai caro", sublinhou um dos trabalhadores.

Por seu lado, a fonte da empresa disse que a Volkswagen está a lançar muitos novos modelos, o que provocou esta quebra no stock dos fornecedores.

A fábrica regressa à produção na segunda-feira, pois o stock de peças vai ser entretanto reposto.

 

A Autoeuropa estima produzir mais de 200.000 veículos Volkswagen T-Roc em 2018, quase triplicando a produção de 2016, o que levou a empresa a contratar cerca de 2.000 novos trabalhadores e a decidir a abertura de um sexto dia de produção aos sábados.

 

O pré-acordo assinado no passado dia 20 de Novembro – que foi rejeitado pelos trabalhadores mas que seguirá em frente por decisão da administração da fábrica de Palmela - estabelece os termos do trabalho ao sábado e da laboração contínua (três turnos diários), que deverá ter início depois das férias de Agosto de 2018, questões que estiveram na origem da primeira greve na empresa por razões laborais e que provocaram a demissão da anterior Comissão de Trabalhadores, após a rejeição de outro pré-acordo.

 

A produção automóvel em Portugal disparou com o novo modelo da Autoeuropa. O arranque em força do T-Roc catapultou a produção nacional em 70,9% em Novembro face ao mês homólogo.


Em Novembro foram produzidos 22.967 veículos ligeiros e pesados no país, segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) divulgados esta quinta-feira, 14 de Dezembro.




pub