Turismo & Lazer Avani chega a Portugal com renovação dos Tivoli

Avani chega a Portugal com renovação dos Tivoli

Os tailandeses do Minor Hotel Group trazem mais uma marca para Portugal, concretizando a estratégia anunciada quando compraram os hotéis Tivoli. Abril marca a estreia de duas insígnias.
Avani chega a Portugal com renovação dos Tivoli
Wilson Ledo 01 de fevereiro de 2017 às 13:56

A marca hoteleira Avani vai estrear-se na Europa com uma unidade em Lisboa. A mesma resulta da remodelação do hotel Tivoli Jardim avaliada em 1,5 milhões de euros.

A Avani é uma das marcas do Minor Hotel Group, o grupo tailandês que adquiriu os hotéis Tivoli em Fevereiro do ano passado por 294 milhões de euros, após 18 meses de negociação. Foi fechada a compra de 14 hotéis e anunciado um investimento superior a 50 milhões na renovação de unidades em Portugal.


A abertura do hotel deste hotel com 119 quartos com a nova marca está agendada para 1 de Abril. O foco está numa nova geração de clientes conhecidos como "millenials".


"Para os clientes de negócios, a propriedade fica localizada junto ao Palacete, que funciona como centro para conferências, com sete salas, distribuídas por três pisos e capacidade para 260 pessoas", informou a empresa em comunicado esta quarta-feira, 1 de Fevereiro.


Esta é a segunda marca que o Minor Hotel Group traz para Portugal. Em Novembro passado, foi anunciado que o Tivoli Victoria em Vilamoura passará a designar-se Anantara Vilamoura Algarve Resort a partir de Abril.


Em entrevista ao Negócios, Dillip Rajakarier, CEO do grupo tailandês, manifestava a vontade de "levar a marca Tivoli para fora de Portugal" e reforçar a presença da rede hoteleira em Portugal. "Em cinco anos, o tamanho e o tipo da marca Tivoli será muito diferente", garantiu em Fevereiro de 2016.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub