Banco de Portugal avança com acusação contra "diversas pessoas" no caso BPP
01 Junho 2012, 20:34 por Sara Antunes | saraantunes@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
O Banco de Portugal "deduziu acusação" contra "diversas pessoas colectivas e singulares" no âmbito do processo do Banco Privado Português".
O regulador revela, em comunicado, que “no âmbito de processos de contra-ordenação em curso no Banco de Portugal e em que se apura a eventual responsabilidade contra-ordenacional pela prática de factos ocorridos no ‘universo do Banco Privado Português’”, foi decidido avançar com uma “ acusação pelo Banco de Portugal contra diversas pessoas colectivas e singulares.”

O regulador não identifica os alvos de acusação.

O “caso BPP” remonta a finais de 2008, tendo na altura o Governo tentado encontrar um comprador para o banco. Sem sucesso. Vaz Guedes ainda demonstrou interesse na operação, mas acabou por abandonar o processo.

João Rendeiro (na foto), presidente do BPP, foi constituído arguido em 2009, estando o processo ainda a decorrer.

O Banco de Portugal adianta ainda que “o processo continua em segredo de justiça até que seja proferida decisão final por parte do Banco de Portugal”, sendo que as pessoas visadas terão agora tempo para se defenderem.
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: