Banca & Finanças Bankinter escolhe ex-Barclays para director-geral

Bankinter escolhe ex-Barclays para director-geral

Após a saída de Carlos Brandão para o Novo Banco, o Bankinter optou por manter à frente da unidade portuguesa um elemento absorvido aquando da compra do Barclays. Alberto Ramos é o novo director-geral.
Bankinter escolhe ex-Barclays para director-geral
Bruno Simão
Diogo Cavaleiro 05 de setembro de 2017 às 12:54

O Bankinter optou por uma solução interna na escolha do novo director-geral. Alberto Ramos, que já estava na direcção, passa agora para a liderança da sucursal do banco espanhol em Portugal, revelou a entidade às redacções.

 

"Alberto Ramos, até agora director da banca comercial e membro da comissão executiva da sucursal portuguesa do Bankinter, passará a exercer a direcção do negócio e equipas do Bankinter Portugal", indica a instituição financeira em comunicado.

 

Até Junho deste ano, Carlos Brandão era o líder do Bankinter Portugal, tendo saído para o Novo Banco. Brandão transitara da gestão do Barclays Portugal para o Bankinter quando, em Abril de 2016, o banco espanhol comprou a operação comercial da instituição britânica em Portugal.

 

Em 2016, o banco presidido por María Dolores Dancausa quis manter como director-geral o líder do Barclays Portugal. Em 2017, a opção foi idêntica: fica no cargo quem já estava na instituição financeira britânica antes da aquisição.

 

Licenciado em Economia pela Universidade do Porto, Alberto Ramos, que desde a compra era o director da banca comercial do Bankinter, estava no Barclays Bank Portugal desde 2006. "Entre 1994 e 2006 fez parte da equipa do Banco Espírito Santo, onde desempenhou várias funções", indica o comunicado.

 

"O Grupo Bankinter considera que esta nomeação ajudará a fomentar o seu negócio em Portugal e a consolidar a sua marca neste mercado como uma instituição solvente, rentável e capaz de oferecer aos seus clientes uma proposta de valor diferente e da máxima qualidade", considera ainda aquele documento. 

 

No primeiro semestre deste ano, a sucursal nacional do Bankinter teve um lucro de 13,6 milhões de euros em Portugal, o que representa cerca de 6% do resultado líquido do grupo bancário.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub