Tecnologias Batalha de sete anos do Youtube na Alemanha termina

Batalha de sete anos do Youtube na Alemanha termina

O Youtube, o serviço de vídeo da Google, e o grupo Gema chegaram a acordo na Alemanha.
Batalha de sete anos do Youtube na Alemanha termina
Reuters
Negócios 01 de Novembro de 2016 às 15:48

O caso arrastava-se há sete anos. Agora é colocado um ponto final. O Youtube, serviço de vídeo da Google, chegou a acordo com o grupo de direitos Gema para pagar licenças e desbloquear milhares de vídeos musicais na maior economia europeia.

O acordo, assinado esta terça-feira, 1 de Novembro, significa, segundo a Bloomberg, que 70 mil artistas representados pela Gema vão passar a receber pelos direitos se os seus vídeos forem visualizados no Youtube. Por seu lado, o Youtube poderá lançar o seu serviço de música e vídeo por subscrição, designado Red, na Alemanha.

A Bloomberg salienta que o acordo vai significa que o Youtube poderá disponibilizar milhares de clips de música na Alemanha, o que acontecerá pela primeira vez em sete anos. Até agora quando tentavam aceder a alguns vídeos de artistas da Gema aparecia uma cara triste do Youtube a informar que não podiam aceder por questões de direitos.

"Hoje é um dia importante para a música na Alemanha", escreveu o Youtube no seu blogue. "É uma vitória para os artistas a nível mundial, já que podem alcançar novos e existentes fãs na Alemanha, mas também ganhar dinheiro com a publicidade nos seus vídeos".

Ambas as partes aceitaram retirar os processos em tribunal. 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
5640533 Há 2 dias

E quem devia bater o pé era a Alemanha.

Ora aqui está uma amostragem Há 2 dias

da mentalidade alemã. Na defesa dos seus direitos é implacável, quando toca a cumprir os seus deveres por sabotagem feita pela Volkswagen a coisa muda, sobretudo na UE onde pensa ser dona de coutada. Aos poucos a restante UE vai batendo o pé, caso de França, Italia, Espanha e Portugal

pub