Banca & Finanças BCE obriga Paulo Macedo a cortar vínculo com BCP
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

BCE obriga Paulo Macedo a cortar vínculo com BCP

O BCE obrigou Paulo Macedo a cortar o vínculo com o BCP para assumir a liderança da Caixa. O gestor chegou a pedir dispensa desta exigência, mas o supervisor manteve a sua posição. Não é caso único.

Paulo Macedo vai cortar o vínculo profissional de mais de 23 anos que mantém com o BCP para assumir a liderança da Caixa Geral de Depósitos. O Negócios sabe que o Banco Central Europeu obrigou o banqueiro a rescindir

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião21
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG 27.01.2017

Estes gajos defendem relações de trabalho precárias, empregos que já não podem ser "para toda a vida" como era antigamente, dizem eles, mas tudo isto é para os outros porque a eles não se apliquem, apesar de receberem salários de enriquecimento e, portanto, podem constituir reserva ou fundo de maneio para se aguentarem perante algum precalço, enquanto os outros recebem salários de mera sobrevivência mínima e qualquer falha de salário pode ser um drama e dar cabo da vida de uma família.
Cambada de bardamerdas* que ainda raciocinam como se vivessemos na idade média e eles fossem os senhores feudais.

comentários mais recentes
nb 28.01.2017

E até parecia sério, o homem! Mas depois deste episódio, qualquer um tem o direito de pensar outra coisa.

Anónimo 28.01.2017

Realmenter, que nojo este Macedo. Só mesmo em Portugal é que alguém tentava este golpe. Claro, para o banco de portugal tudo bem, agora percebo a sua brutal incompetência em fiscalizar os bancos.

É o que eu digo, a nossa élite politico-empresarial é muito rasca, é o principal problema do país. Que venham os estrangeiros tomar conta disto!

Todos são bem-vindos, todos salvo os angolanos ...

beachboy 27.01.2017

...lol...
...ainda querem sair da UE e do Euro?...
...se não fosse a UE a controlar um bocadinho isto, onde é que já estávamos?...
...entregues aos delinquentes que nos governam, sem qualquer defesa!...
...pena os Nórdicos ou os Germânicos não nos quererem adoptar!...
...de modo a termos uma sociedade para todos, em vezes desta selva terceiro mundista!...
...infelizmente, acho que eles não iriam querer gerir tanto problema e tanta corrupção!...
...muito infelizmente, que isto (a que chamamos país) é mau de mais!...

pertinaz 27.01.2017

NÃO NOTÍCIA... BOA PARA RESSABIADOS ZANGADOS COM A VIDA

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub