Banca & Finanças BCE prepara normas para as "fintech"

BCE prepara normas para as "fintech"

O surgimento crescente de novas soluções financeiras com base tecnológica - como as bitcoin - está a levar os reguladores a procurar enquadramento para a sua actividade. Na Zona Euro, as linhas orientadoras serão conhecidas em breve.
BCE prepara normas para as "fintech"
Bruno Simão/Negócios
Paulo Zacarias Gomes 06 de setembro de 2017 às 12:43
O Banco Central Europeu (BCE) está a desenvolver novos procedimentos de autorização de actividade que também vão abranger as fintech, empresas financeiras com forte pendor tecnológico e em que se enquadram soluções de transacção financeira virtual como as bitcoin.

A publicação das linhas orientadoras para este sector está prevista para breve, anunciou esta quarta-feira a líder do Mecanismo Único de Supervisão (MUS), Daniele Nouy (na foto), citada pela Reuters, numa altura em que os reguladores são confrontados com o forte crescimento de soluções nesta área mas que ainda não dispõem de um enquadramento específico.

"No BCE, estamos, por exemplo, a elaborar um guia sobre autorizações que também abrange as 'fintech'. Será publicado em breve para consulta pública, afirmou a responsável durante na conferência da Handelsblatt "Banken im Umbruch", em Frankfurt.

A agência noticiosa refere que o sector das fintech, embora ainda pequeno, está a tirar quota de mercado a sectores que vão desde os pagamentos até ao crédito, reunindo investimentos de 6,5 mil milhões de dólares (5,44 mil milhões de euros à cotação actual) no primeiro semestre deste ano.

Nouy destacou ainda a flexibilidade de que a implantação destas empresas beneficia: "Elas [as empresas fintech] já não têm de estabelecer operações bancárias totalmente desenvolvidas. Os obstáculos técnicos e financeiros tornaram-se um pouco menores; o mercado tornou-se mais concorrencial," acrescentou.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

INVESTIGUEM A COLOCAÇÃO DE PROFESSORES FAMILIARES DE TIPOS DAS AUTARQUIAS, QUE SÃO SEMPRE COLOCADOS NAS ESCOLAS DESSES CONCELHOS POR CUNHAS DOS DITOS FAMILIARES.

MM Há 2 semanas

Lá está a EU a querer regular (ou burocratizar) tudo o que mexe. No fim se ainda continuar a mexer, então tem começa-se a taxar.. até morrer. Ou se mudarem para outras paragens.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub