Banca & Finanças BCP afasta "espanholização". Chineses e angolanos têm 35%
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

BCP afasta "espanholização". Chineses e angolanos têm 35%

Com a saída do Sabadell fica afastada a dúvida de uma eventual ofensiva espanhola sobre o BCP. Banco valoriza ainda o facto de o mercado ter absorvido 4% do capital a um preço superior ao da entrada da Fosun.
BCP afasta "espanholização". Chineses e angolanos têm 35%
Bruno Simão

A saída do Sabadell do BCP afasta a ameaça de o grupo espanhol poder vir a avançar com uma ofensiva sobre o o banco liderado por Nuno Amado. Por outro lado, mostra que, mesmo num ambiente de incertezas para o sector financeiro europeu,)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
guida 14.12.2016

Apetecia-me chamar nomes a tanta gente mas, refletindo, a única culpada sou eu. O BCP devia ter falido e desaparecido do mercado. As ações serviram sempre para manter as mordomias dos 'senhores'.

Anónimo 14.12.2016

Já levei com elas, vamos lá ver se me consigo livrar, a ganhar algum. 1.1111€ é um número bonito.

Anónimo 14.12.2016

Julgo que devia haver uma auditoria as decisões tomadas pelo BCP durante os anos económicos de 2015 e 2016.

Anónimo 14.12.2016

Estou à espera de entrar a 1.1111€,( Isto devia ser proibido tanta casa decimal). Vamos lá ver, se é hoje.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub