Banca & Finanças BCP de olho no negócio do Deutsche Bank na Polónia

BCP de olho no negócio do Deutsche Bank na Polónia

O Millennium Bank, detido pelo BCP, estará entre os três bancos interessados nos activos do banco alemão na Polónia, avança o Puls Biznesu. As propostas vinculativas deverão ser entregues até ao início de Agosto.
BCP de olho no negócio do Deutsche Bank na Polónia
Paulo Zacarias Gomes 07 de julho de 2017 às 07:50
O Millennium Bank, detido a 50,1% pelo BCP, estará entre as três entidades interessadas na compra de activos do Deutsche Bank na Polónia, avança o jornal polaco Puls Biznesu.

Além do Millennium, o mBank (detido pelo Commerzbank) e o BZ WBK (propriedade do Santander) estarão também entre a lista de pretendentes à compra do 12.º maior banco do país.

As ofertas iniciais já terão sido avançadas pelos três candidatos, enquanto as propostas vinculativas pelo negócio do banco alemão na Polónia deverão chegar entre o final de Julho e Agosto, refere o jornal citando uma fonte não identificada.

Segundo a mesma fonte, o Commerzbank será o mais bem colocado para concretizar a aquisição. Nenhuma das partes quis comentar a operação ao Puls Biznesu. O Negócios contactou o BCP mas, até ao momento, não foi possível obter uma reacção.

À venda estão depósitos e a carteira de crédito denominados em zloty (a moeda local), o negócio de banca de investimento e corporate. O valor dos activos em alienação pode chegar aos 500 milhões de euros.

Nas mãos do banco alemão continuarão os empréstimos denominados em moeda estrangeira, de acordo com as regras bancárias internas.

Em Maio, a Reuters dava conta do desconforto dos bancos privados internacionais na operação polaca, devido à baixa rentabilidade do negócio (baixas taxas de juro, impostos sobre o sector bancário e pagamentos obrigatórios a um fundo de garantia) e ao aumento do peso do Estado no sector financeiro.

No final do ano passado, o negócio do Deutsche Bank na Polónia geria activos avaliados em 39 mil milhões de zloty (9.200 milhões de euros) e lucrou 23,6 milhões de euros.

As vendas de activos naquele país fazem parte do programa de redução implementado pelo banco alemão para reduzir os activos não-core e libertar capital.



A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 07.07.2017

Numa das suas rondas de despedimento de colaboradores excedentários, o Deutsche Bank em reestruturação decidiu fechar 200 agências só na Alemanha e despedir também naquele país 4000 excedentários. A nível internacional os números do encerramento de agências e do despedimento de colaboradores excedentários foram ainda mais elevados, obviamente - 35 mil postos de trabalho cortados em 2 anos, entre 2015 e 2017. ("The bank will close 200 branches in Germany -- with the loss of 4,000 jobs" http://money.cnn.com/2015/10/29/investing/deutsche-bank-job-losses/).

comentários mais recentes
5000 MIL MILHÕES dá o SANTANDER 07.07.2017

5000 MIL MILHÕES dá o SANTANDER ao BCP para ficar com os 51 % do MILENIUM POLACO mas o BCP pediu 10000 MIL MILHÕES o negocio deverá ficar fechado para a semana por 7500 MIL MILHÕES

Mario 07.07.2017

Ou seja, 500 milhoes de euros e' o activo liquido estimado pelo DB para a sua filial (activo liq + activos totais - passivos). Esta informacao esta disponivel na net, basta traduzir via google. De facto o rigor desta noticia deixa a desejar...

Mario 07.07.2017

O que esta a venda e' a carteira de credito em moeda local do DB Polonia. Esta carteira totaliza +- 18.000 milhoes de zlotys, ou seja, aprox. 5.000 milhoes de euros. Alem disto o DB tambem quer vender a rede de agencias que tem no pais e o valor global da venda esperado e' de 500 milhoes euros

BCP=FALIDO 07.07.2017

BCP está falido e tudo o resto é conversa da treta. Uma noticia que não tem qualquer cabimento, apenas o de tentar enganar investidores na tentativa que o titulo suba, como aliás tem sido hábito... contudo o mais atentos sabem bem que o titulo nem 0,18€ vale, quanto mais os atuais 0,23€...

ver mais comentários
pub