Banca & Finanças BCP mantém carta para o Novo Banco, Lone Star entrega proposta

BCP mantém carta para o Novo Banco, Lone Star entrega proposta

O Banco de Portugal tinha a expectativa de receber cinco propostas pelo Novo Banco no processo que terminou hoje pelas 17:00. No limite, a Axia podia também entregar uma manifestação.
BCP mantém carta para o Novo Banco, Lone Star entrega proposta
Pedro Elias

O Banco Comercial Português voltou a apresentar a carta de intenções pelo Novo Banco, como já tinha feito no Verão. O fundo Lone Star entregou uma proposta. Estas são informações confirmadas pelo Negócios no âmbito da entrega de ofertas vinculativas para a compra da instituição financeira herdeira do BES.

 

O Banco de Portugal tinha a expectativa de receber cinco propostas pelo Novo Banco no processo que terminou esta sexta-feira, 4 de Novembro, pelas 17:00. Aliás, no limite, havia ainda a possibilidade de a Axia vir a entregar uma manifestação de interesse. O Negócios confirmou a existência de duas ofertas ainda que a do BCP não seja uma proposta vinculativa tradicional.

Não foi possível obter qualquer informação junto do Banco de Portugal que tem o dossiê concentrado em Sérgio Monteiro (na foto).

 

O banco liderado por Nuno Amado já tinha enviado apenas uma carta, com um perfil nunca especificado, mas que não prevê uma oferta habitual. Não se sabe se o regulador vai considerar esta oferta como uma proposta vinculativa. 

 

A Loan Star também entregou uma proposta, segundo confirmou o Negócios junto de uma fonte próxima. A Bloomberg tinha já adiantado a intenção. O fundo de private equity americano, que já foi dono de centros comerciais Dolce Vita, era um dos nomes que já estava no processo.

 

O regulador esperava, também, receber uma oferta do BPI, alvo de compra do CaixaBank, e do consórcio que une o fundo de private equity dos EUA Apollo (dono da Tranquilidade e Açoreana) e a Centerbridge.

 

Todas estas ofertas estão incluídas na venda directa do Novo Banco. Há ainda o procedimento lançado em paralelo, onde o regulador aguardava igualmente a recepção de uma proposta do chinês Minsheng Financial.

 

Até às 17:00, a expectativa era que também a Axia Ventures, o novo interessado noticiado pelo Negócios, pudesse fazer chegar uma manifestação. 

O Banco de Portugal está a proceder à venda da posição accionista do Fundo de Resolução no Novo Banco. A posição foi adquirida através da injecção de 4,9 mil milhões de euros, 3,9 mil milhões dos quais por dinheiro público. O Novo Banco resulta da medida de resolução aplicada ao Banco Espírito Santo a 3 de Agosto de 2014. 

 

(Notícia actualizada às 17:51 com mais informações)




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 4 dias

Quem vai arder com o Novo Banco são os contribuintes, os Banqueiros & Amigos esses estão bem governados.
Justiça acorda...

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 dia

Esperamos que o comprador honre compromissos assumidos pelo Sr. Vitor Bento do NOVO BANCO e pague o papel comercial a quem foi engando pelos gestores de conta ao dizer que estava garantido pelo fundo de garantia dos bancos.

Anónimo Há 4 dias

então o garoto agora não vem dizer que ia comprar o BCP, isso foi a estratégia do gatuno para fazer cair as acções e roubar tudo aos pequenos accionistas para dar o banco o banco aos chineses da seita, esse gatuno ade morrer com os dentes arreganhados, garoto falso ladrão, destruidor falso.

ferreira Há 4 dias

Este Amado fazia um favor ao país demitindo-se. Cabeças de abobora há muitas em portugal.Este abutre ainda nao pagou ao estado o que deve e quer este imbecil meter o focinho na pia do novo banco.Assim em vez de um, serão dois bancos falidos. Por favor deita-te aos porcos. Já estamos pelos cabelos

Anónimo Há 4 dias

A matanca aqui foi o d.branca ir para a China dizer que era meio chines.eu nunca vi e os chineses secalhar tambem nao 1 chines preto,por meio que seja.Numa visita de cortesia ir dizer disparates desta dimensao mata o animal a nascensa.O chines gosta de procurar e nao ser procur..E so pontapes no ar.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub