Desporto Benfica lidera crescimento dos lucros entre os campeões europeus

Benfica lidera crescimento dos lucros entre os campeões europeus

Um estudo da KPMG mostra que entre oito clubes europeus que foram campeões na época passada, o Benfica foi o que apresentou o terceiro lucro mais elevado.
Benfica lidera crescimento dos lucros entre os campeões europeus
Paulo Calado
Nuno Carregueiro 18 de janeiro de 2017 às 15:07

O Benfica liderou o crescimento nos lucros na época passada, tendo em conta o universo de oito clubes europeus (campeões nas respectivas ligas) que foram analisados pela consultora KPMG.

 

A SAD encarnada obteve lucros depois de impostos de 20,4 milhões de euros no exercício passado, um crescimento de 188%. Em segundo e terceiro lugar surgem o Barcelona e a Juventus, com aumentos na ordem dos 80%.

 

Em termos de valor absoluto, o Benfica obteve o terceiro lucro mais elevado, só abaixo de Barcelona (28,8 milhões de euros) e do Bayern (33 milhões de euros).

 

A KPMG assinala que o Benfica apresenta uma evolução positiva nos lucros pela terceira época consecutiva. Ao nível das receitas, o crescimento médio anual é de 24%, o quinto registo mais elevado entre os oito clubes que são analisados neste relatório da consultora.

 

Com o desempenho na Liga dos Campeões e "um novo acordo para a transmissão televisiva dos jogos, o futuro no curto prazo parece brilhante do ponto de vista do negócio", refere a KPMG, assinalando que o sucesso na transacção de jogadores e a negociação dos direitos televisivos "têm permitido que o clube continue competitivo no campo internacional".

 

O estudo (que pode aceder aqui) analisa as contas do Besiktas JK, FC Barcelona, FC Bayern München, Juventus FC, Leicester City FC, Paris Saint-Germain FC, PSV Eindhoven e Benfica. A página dedicada ao Benfica pode ver em baixo.

 




A sua opinião33
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
TinyTino Há 15 horas

Têm lucros mas devem cada vez mais.

Anónimo Há 17 horas

Deixem de ser polvos, além de isto ter sido encomendado a uma empresa que só opera em Angola e Portugal e com ligações à estrutura dopada é uma TRETA! Ainda bem que a Deloitte fez o mesmo e hoje todos podemos ver que de primeiro passa para 27!!!!!! Tenham vergonha!!!

Santiago De Allmeida Há 1 dia

Paguem mas é os 386 MILHÕES que devem ao NOVO BANCO, antes que os contribuintes sejam chamados a pagar por vós, LAMPARINAS!

Fernando Lourenço Há 1 dia

LOLOLOL mas mas mas não é o 2º que deve mais? :| e como está na champions é normal não? quando não se ganha nada, e depois ganha.... é normal a subida acentuada.

ver mais comentários
pub