Empresas Berg dá “grito do Ipiranga” à Sonae para conquistar o mundo

Berg dá “grito do Ipiranga” à Sonae para conquistar o mundo

A Berg, marca de artigos de desporto “outdoor” da Sonae, emancipou-se da “casa-mãe”, mudou-se da Maia para o Porto e tem agora uma estratégia de internacionalização própria. A crescer 30% ao ano no exterior, quer vender mais lá fora do que em território ibérico.
Berg dá “grito do Ipiranga” à Sonae para conquistar o mundo
DR
Rui Neves 26 de Outubro de 2016 às 13:45

Aos 15 anos de idade, a Berg decidiu sair da "casa-mãe", situada na Maia, e instalar-se num novo espaço na zona portuense da Boavista. "Emancipamo-nos das outras áreas da Sonae. Temos uma identidade própria e uma estratégia de internacionalização", realçou Miguel Tolentino, director-geral da Berg Outdoor, marca de artigos e equipamentos "outdoor" e de "casual wear" do grupo Sonae.

À semelhança do "Grito do Ipiranga", momento que eternizou a independência do Brasil, "era preciso, num determinado momento, marcar a diferença" da Berg no universo Sonae, porquanto esta marca "tem uma identidade e estratégia de internacionalização próprias", explicou o gestor, nesta quarta-feira, 26 de Outubro, num encontro com jornalistas, no Porto.


Com um novo logótipo e assinatura – "Into the World of Berg Outdoor", a marca pretende agora reforçar intensivamente as vendas no exterior, as quais geram actualmente apenas 15% da sua facturação total, valor que Miguel Tolentino não quis revelar.


Presente em lojas multimarca "em mais de 20 países, atingindo os 28 nas vendas online", a Berg quer manter a taxa de "crescimento anual de 30%" das vendas nos mercados externos, que deverão "ser dominantes no espaço de 10 anos", apostando na expansão para "países da União Europeia e da Europa de Leste", assim como para "o Médio Oriente". O Irão é umas das geografias que já faz parte da sua carteira de clientes.


A facturação gerada em Espanha, onde a Berg está à venda na rede de lojas Sport Zone (outra marca da Sonae), é agregada à registada em Portugal.


A Alemanha, "o mercado mais importante" de artigos "outdoor" e um dos cinco maiores clientes da Berg, esteve na origem da criação da marca – Berg é uma palavra alemã que significa montanha em português. Os outros quatro mercados mais relevantes são a Finlândia, Eslováquia, Turquia e Itália.


A trabalhar com uma equipa de três dezenas de pessoas, de cinco nacionalidades e maioritariamente focadas no desenvolvimento de produto, Miguel Tolentino equaciona, "no longo prazo", a abertura de lojas próprias da marca Berg. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub