Desporto Bernardo Silva protagoniza terceira maior transferência lusa após Ronaldo e Figo

Bernardo Silva protagoniza terceira maior transferência lusa após Ronaldo e Figo

A mudança de Bernardo Silva do Mónaco para o Manchester City coloca o ex-jogador do Benfica no último lugar do pódio das mais caras transferências de jogadores lusos, a ter em conta os valores divulgados pela imprensa.
Bernardo Silva protagoniza terceira maior transferência lusa após Ronaldo e Figo
Cofina Media
Lusa 26 de maio de 2017 às 22:00

De acordo com a inglesa BBC, o negócio fez-se por 43 milhões de libras (cerca de 49,2 milhões de euros), enquanto o francês L'Equipe aponta para os 50 milhões de euros, mais 20 variáveis, a concretizar mediante objetivos.

 

Caso estes números se confirmem, Bernardo Silva, de 22 anos, coloca-se apenas atrás dos 'Bola de Ouro' Cristiano Ronaldo e Luís Figo, contratados pelo Real Madrid ao Manchester United (94ME) e ao FC Barcelona (60ME), respectivamente.

 

O agora '20' do Manchester City fica imediatamente à frente de Rui Costa, pelo qual o AC Milan pagou 42 milhões de euros à Fiorentina, que - como o Mónaco em relação a Bernardo Silva - foi buscar o jogador ao Benfica.

 

No 'top 6', estão ainda mais dois jogadores que passaram pelo Seixal: Renato Sanches, transferido do Benfica para o Bayern Munique por 35ME, mais 45ME variáveis, e André Gomes, que trocou o Valência por FC Barcelona por 35ME, mais 20ME mediante objectivos.

 

Nos lugares imediatos, até ao 10.º, estão as transferências de Ricardo Carvalho (do FC Porto para o Chelsea), Danny (do Dínamo Moscovo para o Zenit), Pepe (do FC Porto para o Real Madrid) e Fábio Coentrão (do Benfica para o Real Madrid), todas por 30 milhões de euros.

 

Do 'top 10', saiu, com a entrada de Bernardo Silva, a transferência de Nani do Sporting para o Manchester United (25,5ME). O 12.º posto é de João Moutinho, pelo qual o Mónaco pagou 25ME ao FC Porto.

 

Transferências de jogadores portugueses:

 

1. Cristiano Ronaldo, 94ME (do Manchester United para o Real Madrid).

 

2. Luís Figo, 60ME (do FC Barcelona para o Real Madrid).

 

3. Bernardo Silva, 50ME + 20ME (do Mónaco para o Manchester City)

 

4. Rui Costa, 42ME (da Fiorentina para o AC Milan).

 

5. Renato Sanches, 35ME + 45ME variáveis (do Benfica para o Bayern Munique).

 

6. André Gomes, 35ME + 20ME variáveis (do Valência para o FC Barcelona).

 

7. Ricardo Carvalho, 30ME (do FC Porto para o Chelsea).

 

8. Danny, 30ME (do Dínamo Moscovo para o Zenit).

 

9. Pepe, 30ME (do FC Porto para o Real Madrid).

 

10. Fábio Coentrão, 30ME (do Benfica para o Real Madrid). 




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 01.06.2017

E o João Mário não conta? Bom jornalismo xD

Ruben 01.06.2017

ONDE È QUE FOI PARAR A TRANSFERÊNCIA DO JOÂO MÁRIO???
Jornal de Negócios com jornalismo de vão de escada???

Conselheiro de Trump 27.05.2017

Tenho de dar os parabens ao Guardiola,ele ama a profissao que eserce:Aproveitou o momento certo de ir ao mercado enquanto ele nao se torna "procura maior que a oferta",e quando comecarem os trabalhos para a proxima epoca ja tem os jogadores que precisa.Um tiro dois coelhos,assim reza a professia.

Anónimo 27.05.2017

Que vergonha a escreverem artigos. A transferencia do Joao Mario está onde ?????
Foi superior à do Renato e muitos outros que estao na lista

ver mais comentários
pub