Banca & Finanças PCP: "Estado não deve pagar regabofe de banqueiros"

PCP: "Estado não deve pagar regabofe de banqueiros"

O líder comunista declarou hoje que "o Estado não deve, de forma generalizada, pagar os erros e o regabofe por parte da banca e dos banqueiros", comentando o acordo anunciado para compensar os lesados do BES/GES.
PCP: "Estado não deve pagar regabofe de banqueiros"
Lusa 20 de dezembro de 2016 às 12:47

"Em síntese, a nossa posição é a de que dinheiros públicos não deveriam ser enviados para resolver o problema. Se for encarada essa proposta, que vise apenas resolver os problemas dos pequenos investidores que viram o trabalho de uma vida ser perdido", defendeu Jerónimo de Sousa, em declarações à Lusa, após um encontro com dirigentes da CGTP, em Lisboa.

 

De acordo com fontes envolvidas nas negociações, os clientes lesados que aceitem a solução têm garantido que receberão 75% do valor investido, num máximo de 250 mil euros, nas aplicações até 500 mil euros, e 50% para as aplicações acima dos 500 mil, valor que será pago até 2019.

 

"Os lesados disponibilizaram-se a abdicar de grande parte do que reclamam (199 milhões de euros). Os créditos ascendem a 485 milhões de euros [incluindo juros] e estão dispostos a receber 286 milhões de euros", afirmou na segunda-feira o advogado e amigo do primeiro-ministro, Diogo Lacerda Machado, que mediou as negociações entre Associação de Indignados e Enganados do Papel Comercial, Banco de Portugal, CMVM e 'banco mau' BES.




A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 20.12.2016


ESTADO NÃO DEVE PAGAR REGABOFE DOS FP / CGA

400 milhões de Euros para aumentar as pensões mínimas, são migalhas em comparação com...

os mais de 4600 milhões de euros que o Estado injetou, em 2015 (e injeta todos anos) através de transferências diretas do Orçamento do Estado (ou seja, com dinheiro pago em impostos pelos restantes portugueses) para assegurar o financiamento do buraco anual das pensões da CGA.


comentários mais recentes
Carlos Bento 22.12.2016

Meu Caro Jeronimo Martins, nao seja hipocrita e nao nos tome a todos nos' como marionetas, estupidos e parvos.
O Sr. se nao esta' de acordo, tem na Assembleia da Republicao o local proprio para exprimir a sua vontade; VOTE NAO CONTRA A MEDIDA, ou sera' que tem medo de perder assento parlamentar?

Anónimo 20.12.2016

Os grupos que operam cá e levam os lucros para fora, podem,os de cá lutam com dificuldade fruto desses grandes grupos, Também existe quem compre asiático em detrimento do nacional e depois querem emprego Chuva no na beiro e sol na eira, não existe

Anónimo 20.12.2016

É o Socialismo, ESTÚPIDO!!!

Robife 20.12.2016

Cala-te, ó MERDAS!!!Como nunca trabalhaste na puta da vida, julgas que os Bancos existem para te sustentar!!!

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub