Turismo & Lazer Betclic diversifica apostas online

Betclic diversifica apostas online

A casa de apostas já fazia apostas desportivas online. Agora, recebeu licença para explorar jogos de casinos na sua plataforma.
Betclic diversifica apostas online
Wilson Ledo 11 de Outubro de 2016 às 18:16

A Betclic vai passar a disponibilizar jogos de casino na sua plataforma online. A licença foi emitida pelo Serviço de Inspecção e Regulação de Jogos do Turismo de Portugal, permitindo alargar a oferta já existente de apostas desportivas online.

A Betclic foi a primeira entidade a explorar o jogo online em Portugal. Nesta nova fase, lançará oito jogos de "slot machines" e prevê lançar no próximo ano jogos de roleta e "blackjack". Para assinalar o facto está a oferecer um bónus no valor do depósito inicial que realizar, num limite de 250 euros.

"O nosso objetivo é lançar mais novidades nos próximos meses e alargar a oferta de jogos junto dos portugueses", afirmou João Caboz, responsável da Betclic em Portugal.

Além da Betclic, também a Estoril-Sol, dona dos casinos do Estoril e de Lisboa, e a Bet receberam licenças para explorar o jogo online. Enquanto a Estoril-Sol está centrada nos jogos de fortuna e azar, a Bet foca-se nas apostas desportivas.

O diploma relativo à regulamentação do jogo online foi aprovado em Fevereiro de 2015, colocando fim a um vazio legal com mais de uma década nesta actividade. Em Junho do mesmo ano entrou em vigor.

O que prevê o novo regime do jogo online?

Mercado aberto sujeito a licenças: as licenças vigoraram durante três anos, podendo depois ser renovadas. A idoneidade dos candidatos deverá ser provada. As empresas deverão ainda prestar cauções como garantia do cumprimento das suas obrigações legais.

Presença obrigatória em Portugal:
 as empresas deverão estar localizadas obrigatoriamente em Portugal. O seu site deverá ter o domínio ".pt" ou redireccionar para a versão nacional em caso de acesso de utilizadores nacionais às suas páginas noutros países.

Tributação entre 8% e 30%: existem duas modalidades para aplicação do Imposto Especial de Jogo Online (IEJO). Os jogos de fortuna ou azar e as apostas hípicas mútuas serão tributados entre 15% a 30% sobre a receita bruta. Nas apostas desportivas e hípicas à cota, a base tributável são as receitas resultantes do montante das apostas efectuadas, aplicando-se uma taxa entre os 8% e os 16%. As receitas resultantes serão distribuídas entre o Estado, regulador e iniciativas de turismo, cultura, desporto e combate a dependências.

Publicidade permitida: As casas de apostas online – bem como os casinos físicos – poderão passar a publicitar a sua actividade, embora restringidas por regras semelhantes às que se aplicam à publicidade de bebidas alcoólicas.

Turismo de Portugal como regulador: Caberá ao Serviço de Regulação e Inspecção de Jogo do Turismo de Portugal o papel de regulador. Serão aplicados mecanismos de verificação de identidade para o registo nas casas de aposta online. 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

desde que nao prejudique o jogo do placard (roubo) e o bolso do Santana Lopes esta tudo bem. Abram as casas de apostas online todas oh gatunos!!! O monopolio do placard é um escandalo que só se ve em Portugal

Ruim Damásio Há 3 semanas

Jornal de Negócios gostava era que voces tivessem dado destaque ao comunicado da Anaon, acerca dos regulementos que já estão aprovados desde maio e ainda não foram enviados para a UE e já passaram 5 meses. claramente aqui a algo ou alguem que não quer que as boas casas entrem em Portugal. nem betclic,nem bet.pt, porque quando a betfair entrar no mercado essas casas não ganham nem um tostão! odd´s da treta, e na betfair as odds são influenciadas pelo dinheiro que esta a entrar, tem cash out ( verdadeiro) e consegue-se meter uma aposta!! num jogo em que se esta a ver que o resultado se vai inverter e se tentar apanhar uma odd de 100€ essas casas nem deixam meter a aposta!!! dá falha no servidor!!! no placar as odd´s vão sempre a descer, abre a 1,40 e quando se vai meter a aposta já vai em 1,20 ou 1,10. resumindo só fizeram foi merda!!

Luis Ferreira Há 3 semanas

Que tal proibir a betclick? Já está a triar uns milhões à misericórdia...que tal uma manifestação com uns pontapés à mistura? E já agora, um bloqueio? Temos de pensar a sério nisto, já vou redigir umas reinvindicações ao governo...LOL

pub
pub
pub
pub