Banca & Finanças Bloco de Esquerda faz projecto de resolução a pedir demissão de Carlos Costa

Bloco de Esquerda faz projecto de resolução a pedir demissão de Carlos Costa

Mariana Mortágua diz que será apresentado um diploma em que recomenda ao Governo a demissão do governador do Banco de Portugal. "É papel do Governo e da AR" garantir "um governador competente e independente".
Bloco de Esquerda faz projecto de resolução a pedir demissão de Carlos Costa
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 09 de março de 2017 às 17:05

O Bloco de Esquerda quer que Governo retire Carlos Costa do Banco de Portugal. Por isso, irá entregar na Assembleia da República um diploma nesse sentido.

 

"O Bloco de Esquerda vai apresentar um projecto de resolução para que o Governo tire o governador do Banco de Portugal", anunciou a deputada bloquista Mariana Mortágua esta quinta-feira, 9 de Março.

 

Segundo a deputada é necessário "exigir a demissão" de Carlos Costa, "de forma a assegurar" a protecção dos contribuintes, disse.

 

O anúncio de Mariana Mortágua é feito depois de ter perguntado a Mário Centeno se entende que Carlos Costa deve continuar no cargo. "Entende que Carlos Costa tem condições para desempenhar bem o seu papel e se nos dá garantias de segurança, de estabilidade, eficácia e independência face ao sistema bancário?".

 

Segundo a deputada do BE, "a independência do regulador é para com o regulador. E é papel do Governo e da Assembleia da República garantir que o Banco de Portugal tem um governador competente e independente".

 

Sobre as propostas do Governo, Mariana Mortágua "louvou" a ideia de os poderes de resolução serem retirados do Banco de Portugal mas disse que faria sentido pensar num sistema de supervisão em que houvesse apenas dois reguladores: um para a parte comportamental; outro para a parte prudencial. 


A sua opinião35
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz 10.03.2017

NÃO CONCORDO ... ENTÃO E O PAPA FRANCISCO MANTÉM-SE EM FUNÇÕES ??? ... NÃO PODE !!!

Qmaria 10.03.2017

E da Elisa Ferreira, que trouxe de volta o diretor da supervisão da altura do BPN, BPP, BES, Luís Ferreira, sem concurso? Só porque são PS? Um é mau e o outro já é bom?

J. SILVA 10.03.2017

A banca portuguesa tem dois grandes problemas: (i)-a supervisão com exigências normativas e de capital absurdas, para destruir os bancos pequenos. E nisto temos uma raposa no galinheiro, o C.Costa que deveria ser corrido a pontapé: (ii)- não tem acesso ao financiamento devido ao risco de país.

Mr.Tuga 10.03.2017

E não aproveitam para solicitar substituição pelo vosso camarada "Loiça"?!
DEMAGOGOS e ANEDOTIOCOS e PATETICOS!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub