Banca & Finanças BNP Paribas reforça centro em Lisboa com transferência de empregos de Paris

BNP Paribas reforça centro em Lisboa com transferência de empregos de Paris

O banco francês, que já emprega 1.800 pessoas em Portugal, vai aumentar o número de postos de trabalho no país.
BNP Paribas reforça centro em Lisboa com transferência de empregos de Paris
Bloomberg
Nuno Carregueiro 19 de dezembro de 2017 às 19:56

O BNP Paribas pretende transferir 45 postos de trabalho da área de serviços financeiros de Paris para Lisboa, confirmou o banco francês em comunicado, validando assim informações já veiculadas pelos sindicatos.

 

A decisão surge no âmbito da necessidade de reforçar a força de trabalho para lidar de forma mais eficiente com as crescentes alterações regulatórias e contabilísticas. E implica a transferência de 45 empregos localizados em Paris para a capital portuguesa.

 

Em Portugal, onde localizou o centro do BNP Paribas Securities Services há alguns anos, tem vindo a adicionar postos de trabalho e novas competências.

 

De acordo com a Reuters, que avança com a notícia esta terça-feira, o BNP Paribas emprega actualmente mais de 1.800 pessoas em Portugal.

 

O hub em Portugal é responsável pela facturação para todos os países onde o BNP Paribas Securities Services está presente. Em 2015 foi criado em Lisboa o centro para as operações financeiras na Europa, que arrancou com 200 trabalhadores. É nesta área que serão criados os 45 postos de trabalho, levando o sindicato Force Ouvrière (FO) a falar de uma segunda onda de transferência de empregos de Paris para Lisboa.   

 

"Tal como todos os bancos, pretendemos responder aos crescentes constrangimentos regulatórios na Europa. Neste contexto, a resposta passa por um reajustamento entre as plataformas financeiras em Paris e Lisboa", refere um comunicado do banco citado pela Reuters. A agência de notícias salienta que os custos laborais por hora em Portugal são de 13,7 euros, quase três vezes menos do que em França (35,6 euros).

 

Além destes 45 novos empregos, o BNP Paribas decidiu também deslocalizar para Lisboa 13 postos de trabalho que são ocupados por trabalhadores externos às empresas. Quanto aos que 45 que vão deixar as actuais funções em Paris, o BNP garante a colocação em posições equivalentes.   

 

As notícias de crescimento da força de trabalho em Portugal e diminuição em França têm sido recorrentes nos últimos anos. O Les Echos chegou a noticiar que o BNP iria deslocalizar mais postos de trabalho de França para Portugal, nomeadamente para Lisboa, para criar um 'hub' de recursos humanos em Portugal para as actividades da CIB [banca empresarial e institucional] na Europa, Médio Oriente e África.

 

No Verão de 2015, quando anunciou a criação na capital portuguesa do "centro operacional financeiro europeu", o então ministro da Economia, Pires de Lima, tinha avançado que, em 2018, o número de trabalhadores do banco francês em Lisboa deveria ultrapassar os 4.000.

 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
pertinaz 20.12.2017

CONTINUEM A VIR

BNP A PAR DA VOLKSWAGEN

Anónimo 20.12.2017

Caro jornalista, um pouco de pesquisa antes de escrever os seus artigos. O Banco BNP Paribas emprega, atualmente, mais de 5.000 pessoas em Portugal. Um número bastante superior ao que é publicado na notícia (1.800)...

Anónimo 19.12.2017

Parece mais simples Paris, Lisboa do que Lisboa, Porto, infarmed!

Anónimo 19.12.2017

vai td com uma viagem de estágio

Saber mais e Alertas
pub