BPN: Constâncio diz que escolha de administradores da Caixa visou projectar credibilidade
08 Junho 2012, 17:04 por Lusa
5
Enviar por email
Reportar erro
0
O ex-governador do Banco de Portugal Victor Constâncio afirmou hoje que a escolha de administradores da Caixa Geral de Depósitos (CGD) para o Banco Português de Negócios (BPN) visou projectar a "credibilidade" num banco com imagem afectada.
Victor Constâncio, actual vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), falava na comissão parlamentar de inquérito sobre a nacionalização e reprivatização do BPN, depois de interrogado pelo deputado do Bloco de Esquerda João Semedo se defendeu que a gestão do banco fosse entregue a administradores da CGD.

João Semedo interrogou ainda Victor Constâncio se aceita que tenham saído do BPN para a CGD cerca de 3,4 mil milhões de euros em depósitos.

Na resposta, Constâncio alegou que o movimento de transferência de depósitos entre BPN e Caixa, a ter existido, "era perfeitamente legal e em nada o Banco de Portugal "poderia obstar".

Já sobre a escolha de administradores da CGD para o BPN, o ex-governador do Banco de Portugal advogou que entregar a elementos da Caixa a gestão do BPN "constituiu uma forma mitigada de projectar a credibilidade da CGD na instituição afectada pelos acontecimentos".

"É assim que devemos interpretar o que aconteceu. A opção foi esta para a Caixa decidir quem e como ia a gerir a instituição que lhe foi entregue. Esta foi uma forma mitigada de dar cobertura e a credibilidade" ao BPN, acrescentou.
5
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: