Empresas Bracarense Bysteel envidraça Thames Valley

Bracarense Bysteel envidraça Thames Valley

A Bysteel, do grupo bracarense DST, ganhou mais uma obra no Reino Unido, desta vez no valor de um milhão de euros: o projecto, fabrico e montagem das fachadas em alumínio e vidro de um dos pólos do Thames Valley Science Park, localizado na cidade de Reading.
Bracarense Bysteel envidraça Thames Valley
A Bysteel é a responsável pela construção e instalação das fachadas em alumínio e vidro do The Gateway Building, uma valência do Thames Valley Science Park, em Reading, Reino Unido.
Rui Neves 28 de Novembro de 2016 às 12:10

Depois de ter participado na expansão do Queen Mary University of London, a portuguesa Bysteel volta a ganhar um contrato na área da educação britânica, que corporiza a sua primeira obra de fachadas executada no Reino Unido.

A empresa do grupo bracarense DST é a pelo projecto, fabrico e montagem das fachadas em alumínio e vidro do The Gateway Building, uma valência do Thames Valley Science Park, localizado na cidade britânica de Reading.

Uma obra que deverá ficar concluída no final do primeiro trimestre do próximo ano e gerar uma facturação de um milhão de euros para a Bysteel.


Esta empreitada no Reino Unido "vem alargar o raio de acção da nossa empresa, reforçando a estratégia de internacionalização que temos vindo a seguir", considera José Teixeira, presidente do grupo DST, em comunicado.

"Com esta obra vamos alargar a nossa actividade para um mercado de grande dimensão e cujo dinamismo económico nos permite pensar num crescimento sustentado, assente no ‘know-how’ entretanto adquirido e na nossa capacidade em cumprir com as especificações do cliente", enfatiza o mesmo gestor.

Resultado de um investimento global de 36 milhões de libras (42,4 milhões de euros), o The Gateway Building é o primeiro de quatro edifícios previstos para o novo pólo da Universidade de Reading, disponibilizando novas salas de aula, laboratórios, salas de conferências e reuniões, assim como novos espaços de lazer para toda a comunidade que frequenta este importante estabelecimento de ensino superior inglês.

O The Gateway Building irá disponibilizar ainda espaços para laboratórios e escritórios, onde novas empresas poderão iniciar a sua actividade. A conclusão de todo o complexo deverá permitir a criação de cerca de cinco mil novos postos de trabalho.

Na área da educação, a Bysteel tem como cartão-de-visita neste país a participação na obra de extensão da Queen Mary University of London, localizada em Mile End, Londres.

Com um valor superior a dois milhões de euros, a intervenção passou pelo fabrico e montagem da estrutura metálica do novo Graduate Center, um edifício com sete pisos e uma área de sete mil metros quadrados, onde foram utilizadas cerca de 700 toneladas de aço.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub