Transportes Brisa lança plataforma de serviço de partilha de boleias em automóvel

Brisa lança plataforma de serviço de partilha de boleias em automóvel

O grupo Brisa vai lançar na quinta-feira o serviço Via Verde Boleias, uma plataforma de partilha de custos de viagens, que se insere na estratégia da empresa como "operador de mobilidade".
Brisa lança plataforma de serviço de partilha de boleias em automóvel
Bruno Simão/Negócios
Lusa 26 de junho de 2017 às 17:06

Em declarações à Lusa, à margem do anúncio do arranque do novo serviço, em Lisboa, o presidente da Brisa, Vasco de Mello, disse que se vive "num período de alteração comportamental e a empresa está presente na economia da partilha".

 

A partilha de boleias, através do automóvel (no acrónimo inglês 'ridesharing' ou 'carpooling'), é uma solução que se baseia em plataformas que "ligam a procura e a oferta e que organizam e tornam mais simples e mais seguras a partilha de custos das viagens de automóvel", explica a Brisa.

 

Segundo a empresa, na União Europeia existem várias plataformas com mais de 40 milhões de utilizadores.

 

"A Via Verde Boleias vem dinamizar a economia de partilha em Portugal", acrescentou Vasco de Mello, referindo que é "uma primeira iniciativa [da Brisa] que vai ao encontro daquilo que são as necessidades dos clientes e que permite passar do automóvel para a pessoa".

 

Os passageiros vão a partir de quinta-feira passar a ter acesso a uma plataforma e a uma solução de "mobilidade económica", refere, mantendo a comodidade do automóvel e a vantagem do ponto de encontro e de chegada serem acordados entre os participantes, oferecendo assim "uma mobilidade mais eficiente do que as outras soluções".

 

O Via Verde Boleias tem "a ambição de se estabelecer" como "a plataforma de referência para os portugueses".

 

A partir de Setembro, vão estar disponíveis os grupos fechados, uma funcionalidade que se destina às empresas, universidades e outras instituições que pretendam disponibilizar este serviço aos seus membros.

 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub