Empresas Bruxelas aprovou fusão entre Intrum Justitia e Lindorff

Bruxelas aprovou fusão entre Intrum Justitia e Lindorff

A Comissão Europeia aprovou a fusão da Intrum Justitia, consultora europeia de serviços de gestão de crédito e cobranças, com a Lindorff, prestadora europeia de serviços de gestão de crédito, anunciada no final de 2016.
Bruxelas aprovou fusão entre Intrum Justitia e Lindorff
Bloomberg
Lusa 30 de junho de 2017 às 20:21

Os accionistas da Intrum Justitia e da Lindorff detêm agora aproximadamente 55% e 45% das ações, respectivamente, na entidade resultante desta fusão.

 

Em comunicado, a Intrum Justitia referiu que com esta fusão "reforça a liderança mundial, ampliando o seu posicionamento como líder no setor e maior fornecedor de serviços de gestão de crédito a nível mundial".

 

A fusão vai dar origem a uma equipa de mais de oito mil profissionais e a uma presença em 23 mercados europeus, avançando com uma "oferta integrada de serviços em toda a cadeia de valor, beneficiando de sinergias entre a compra e a cobrança de dívida".

 

A empresa lembrou que como a Lindorff não estava presente em Portugal, os clientes nacionais não irão sentir "qualquer alteração estrutural resultante da fusão".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub