Empresas Bruxelas autoriza aquisição da Indaqua pela Mota Engil e pela Talanx

Bruxelas autoriza aquisição da Indaqua pela Mota Engil e pela Talanx

A Comissão Europeia autorizou, esta quarta-feira, a aquisição da Indaqua pela construtora Mota-Engil e pela empresa alemã Talanx.
Negócios 25 de março de 2015 às 13:19

"A Comissão Europeia aprovou, ao abrigo do Regulamento das Concentrações da União Europeia, a aquisição do controlo conjunto da Indaqua Industry and water management, S.A. pela Mota-Engil Ambiente e Serviços, SGPS S.A., de Portugal, e pela Talanx AG, da Alemanha", pode ler-se num comunicado da Comissão Europeia emitido esta quarta-feira, 25 de Março.

 

A Comissão Europeia "concluiu que a aquisição proposta não suscitaria quaisquer preocupações em matéria de concorrência, na medida em que a empresa comum tem actividades limitadas no Espaço Económico Europeu (EEE)".

 

A Talanx, do grupo segurador HDI, adquiriu em Outubro de 2014 à SDC, que detém 33% da Soares da Costa Construção, 28,57% da Indaqua por 29,41 milhões de euros. A Indaqua presta serviços retalhistas de abastecimento de água em Portugal. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub