Comércio Burger King anuncia investimento de 100 milhões em Portugal

Burger King anuncia investimento de 100 milhões em Portugal

A cadeia multinacional de comida rápida Burger King anunciou esta quarta-feira, 2 de Agosto, que vai investir cerca de 100 milhões de euros, nos próximos cinco anos em Portugal, em novos restaurantes e uma imagem de marca actualizada.
Burger King anuncia investimento de 100 milhões em Portugal
Bloomberg
Lusa 02 de agosto de 2017 às 14:06
"Este plano, definido pela cadeia para estar cada vez mais próxima dos consumidores portugueses, representa um investimento de 100 milhões de euros. Este investimento vai criar mais postos de trabalho nos novos restaurantes, significando a maior aposta da cadeia, realizada até hoje, no setor de 'fast food' em Portugal", lê-se em comunicado.

A empresa de origem norte-americana refere já ter "80 restaurantes" em território luso, desejando "tornar-se uma das cadeias de restaurantes líderes no mercado Português".

Para tal, a Burger King tenciona "realizar esta expansão através de um novo modelo de 'master franchising' (parcerias com investidores locais), já lançado noutros países europeus", contando "também com o apoio dos 'franchisados' atuais em Portugal".

"Lançamos este ambicioso plano de expansão porque acreditamos nas possibilidades de Portugal e na margem de crescimento que temos neste país. Contamos com uma aposta firme e determinada para crescer de forma sólida e sustentável no sector da restauração", declaram os responsáveis da marca.

Segundo a própria, a Burger King, fundada em 1954, "é a segunda maior cadeia de restauração de hambúrgueres do mundo, presente em "cerca de 15.000 restaurantes em mais de 100 países em todo o mundo".



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ze da Couves Há 2 semanas

Seria otimo que se existisse um desinvestimento destas grandes marcas de Fast-Food no Pais em consequencia da pouca procura. Isso significaria que a sociedade tinha conhecimento sobre nutricao e de que estas comidas nao sao o caminho para se ter saude.

pertinaz Há 2 semanas

DUVIDO...

JÁ SE PERCEBEU QUE ESPERAM QUE SEJAM OS FRANCHISADOS A METER O DINHEIRO...

pub