Aviação Cada inspector do SEF controla 43 mil passageiros no aeroporto de Lisboa

Cada inspector do SEF controla 43 mil passageiros no aeroporto de Lisboa

O número de inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras no aeroporto de Lisboa aumentou apenas 6% desde 2011, quando no mesmo período os passageiros cresceram 46%, escreve esta manhã o Diário de Notícias.
Cada inspector do SEF controla 43 mil passageiros no aeroporto de Lisboa
Bruno Simão
Bruno Simões 25 de maio de 2017 às 09:55

O aeroporto de Lisboa tem inspectores a menos para passageiros que não param de crescer. Actualmente, na principal aerogare do país, há apenas 158 inspectores destacados para o controlo de fronteiras, um número que é considerado insuficiente e que provoca longas filas de passageiros que pretendem efectuar o controlo de passaportes, quer para entrar, quer para sair de Portugal. Ao Diário de Notícias, o presidente do sindicato do sector diz que se vive uma "emergência" e que é preciso contratar pelo menos 200 agentes.

 

Em 2011 havia 148 inspectores do SEF destacados no aeroporto de Lisboa, e registaram-se 14,8 milhões de passageiros. No ano passado, o número de passageiros disparou para 22,4 milhões, mas os inspectores passaram a ser apenas mais 10. Nesse período, o número de passageiros subiu 46%, mas os inspectores apenas expandiram 6%. Se em 2011 cada inspector era responsável por controlar 31 mil passageiros, no ano passado já tinha de controlar 42.603.

 

Dos 158 inspectores dedicados ao aeroporto de Lisboa, estão apenas 20 em funções por turno, parte deles nos cubículos onde se faz o controlo de passaportes – a chamada primeira linha, e os restantes na segunda linha, a interrogar os passageiros que levantam suspeitas, prossegue o Diário de Notícias.

 

Este problema deverá ser abordado numa conferência que amanhã tem lugar em Lisboa, intitulada "O SEF e a Economia". Acácio Pereira, presidente do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do SEF, diz que as longas filas que todos os dias se repetem no aeroporto da capital são motivadas pela "falta de inspectores suficientes" para "acompanhar o aumento grande de passageiros que se tem verificado".

 

"O país está na moda e o Governo tem de pôr o SEF também na moda", exige, em declarações ao DN. Neste momento, é "urgente" ter mais 200 inspectores. O Ministério da Administração Interna admitiu 45 novos inspectores ainda no ano passado, que estão agora a terminar o estágio – 38 dos quais destacados para o aeroporto de Lisboa. Deverá ser lançado novo concurso para contratar outros 45 até final do ano. No total, serão 90 novos inspectores, um número considerado, ainda assim, insuficiente.

Adicionalmente, Acácio Pereira critica o aeroporto, que diz estar "mal estruturado", com 70% do espaço reservado a "área comercial", o que apenas dá espaço para que existam "duas zonas de controlo de passageiros, nas chegadas e nas partidas".

 

Em Fevereiro, e em entrevista ao Negócios, o presidente da ANA, Jorge Ponce de Leão, dizia-se "em pânico" com o défice de agentes do SEF no aeroporto. "Não estou a mentir se disser que estou em pânico e receio problemas de ordem pública neste Verão", afirmou então. "Nós já tivemos de reter passageiros dentro dos aviões, não autorizar o desembarque, porque a sala estava completamente cheia", descreveu.


A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 4 semanas

Cada inspector do SEF controla 43 mil passageiros no aeroporto de Lisboa

ASSIM EXPLICA-SE PORQUE É QUE DE VEZ EM QUANDO HÁ FUGAS!

comentários mais recentes
Cesar Há 4 semanas

São papaias para o ar, pois o ano tem 525 600 minutos, 15 minutos para cada passageiro em média. Problema é as policias e sistemas não estarem juntas. A eficácia e o país saiam a ganhar.

Claro xras 45 Há 4 semanas

Deviamos acabar também com a PSP, PJ, Bombeiros, Proteção Civil, medicos, professores, enfermeiros e quando forem precisos vamos ter contigo.

Y Há 4 semanas

Parece-me demasiados inspetores. Os tugas não querem funcionarios públicos, devia ser 1 inspector para 1 milhão.

Anónimo Há 4 semanas

Cada inspector do SEF controla 43 mil passageiros no aeroporto de Lisboa

ASSIM EXPLICA-SE PORQUE É QUE DE VEZ EM QUANDO HÁ FUGAS!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub