Banca & Finanças Caixa dá prioridade à saída de Espanha e África do Sul

Caixa dá prioridade à saída de Espanha e África do Sul

A Caixa Geral de Depósitos vai abandonar Espanha, África do Sul e França. As alienações das duas primeiras são as prioritárias, segundo Paulo Macedo.
Caixa dá prioridade à saída de Espanha e África do Sul
Miguel Baltazar/Negócios
Diogo Cavaleiro 10 de março de 2017 às 18:49

Espanha e África do Sul. São estes os dois mercados de que a Caixa Geral de Depósitos pretende sair mais rapidamente, no âmbito da concretização do seu plano estratégico.

 

"Serão dadas prioridades às operações relativamente a África do Sul e Espanha", declarou Paulo Macedo na conferência de imprensa que se seguiu à apresentação de contas de 2016, ano em que o banco registou prejuízos de 1.859 milhões de euros.

 

"Não houve quaisquer alterações", indicou o presidente executivo do banco público, referindo-se ao plano que estava já em curso com a entrada de António Domingues, no Verão passado.

 

Segundo os documentos divulgados pelo banco público esta sexta-feira, 10 de Março, a sucursal de França também é uma operação internacional a alienar, sendo que, em 2016, deu o segundo maior contributo para os resultados do grupo, apenas atrás do BNU Macau.

 

Macau, Angola, Moçambique são os mercados em que a Caixa pretende manter-se, tendo também em conta a afirmação de Paulo Macedo que frisou que o "maior foco será no triângulo Portugal – Ásia – África". 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 11.03.2017

É isso mesmo! Vendam tudo o que dá lucro e fiquem com o que dá prejuízo!
Assim, o futuro será certamente muito risonho! (Para os que definiram o Plano)

pub
pub
pub
pub