Banca & Finanças CaixaBank muda apresentação de contas para Valência

CaixaBank muda apresentação de contas para Valência

O Caixabank, dono do BPI, divulga esta terça-feira os resultados de Setembro. Pela primeira vez da história da instituição, a conferência de imprensa terá lugar fora de Barcelona. A apresentação de contas será em Valência, onde está agora a sede da instituição.
CaixaBank muda apresentação de contas para Valência
Reu
Maria João Gago 23 de outubro de 2017 às 19:19

Pela primeira vez na sua história, o CaixaBank vai apresentar resultados fora de Barcelona. O grupo catalão que é dono do BPI divulga esta terça-feira, 24 de Outubro, as suas contas relativas aos primeiros nove meses do ano numa conferência de imprensa que está convocada para Valência.

 

A alteração do local de realização da apresentação de contas resulta da transferência da sede do banco. A 6 de Outubro, a administração do CaixaBank decidiu por unanimidade transferir a sede social do banco de Barcelona para Valência, devido às incertezas resultantes da crise independentista que se vive na Catalunha.

 

A mudança de sede, medida adoptada por várias outras empresas catalãs, foi justificada com a "prioridade [dada à] protecção dos seus clientes, accionistas e empregados", segundo adiantou o CaixaBank em comunicado divulgado a 6 de Outubro. A instituição considera que esta medida permite "salvaguardar plenamente a segurança jurídica e regulatória indispensável ao exercício da sua actividade".

 

De acordo com a imprensa espanhola, os dois grandes bancos catalães foram penalizados por levantamentos de depósitos por parte dos seus clientes devido à instabilidade que antecedeu o referendo sobre a independência da Catalunha e a crise política que se vive desde então.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub