Banca & Finanças CaixaBank vai mudar sede para Valência

CaixaBank vai mudar sede para Valência

O CaixaBank vai transferir a sua sede de Barcelona para Valência, anunciou a instituição. Decisão pretende “proteger os seus clientes, accionistas e empregados”.
CaixaBank vai mudar sede para Valência
Maria João Gago 06 de outubro de 2017 às 17:43

O CaixaBank, dono do BPI, vai mudar a sua sede de Barcelona para Valência, na sequência da possibilidade de a Catalunha declarar a independência unilateral face a Espanha. Em comunicado, a instituição liderada por Gonzalo Gortázar, explica que esta decisão resulta do facto de ter como "prioridade a protecção dos seus clientes, accionistas e empregados".

 

A decisão de "adoptar as medidas que sejam necessárias para mudar a sede social para a rua Pintor Sorolla, 2-4, de Valência", foi tomada esta sexta-feira, de forma unânime, numa reunião do conselho de administração do banco espanhol. No entanto, para poder concretizar a transferência, os administradores do CaixaBank voltarão a reunir, "logo que seja publicado no Boletim Oficial do Estado a modificação da Lei das Sociedades de Capital", refere o comunicado da instituição divulgado esta sexta-feira no site do supervisor da bolsa espanhola.

 

Neste anúncio, o CaixaBank, cujo maior accionista é a Fundação La Caixa, refere ainda que a decisão pretende "salvaguardar plenamente a segurança jurídica e regulatória indispensável ao exercício da sua actividade".

O CaixaBank é o segundo banco catalão a transferir a sua sede da Catalunha para outra região espanhola. Já esta quinta-feira, o Sabadell anunciou a intenção de se instalar em Alicante.

 

Também a Gas Natural Fenosa, cujo maior accionista é o La Caixa, decidiu esta sexta-feira transferir a sua sede de Barcelona para Madrid.


(Notícia actualizada às 18:05 com mais informações)



A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 08.10.2017

A Catalunha para sentar Madrid à mesa precisa de apoio internacional e possuir armas não convencionais!

Acho bem 07.10.2017

Se na Catalunha não se respeitam as leis há que mudar de local.
As empresas têm horror ao caos e à incerteza.

Pierre Ghost 06.10.2017

Puigdemont, a prisión! ¡Oriol Junqueras, los deja sin empresas!

General Ciresp 06.10.2017

Pois e maria Joao,uns falam em descentralizacao,e outros sem tocarem no assunto metem pes a caminho.Resolvendo as desavencao sem armas em punho e um ganho para todos.Estou convencido de que isto nao passa de trovoada seca,mas....

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub