Energia CaixaBI: Galp deverá registar lucros semestrais de 248 milhões

CaixaBI: Galp deverá registar lucros semestrais de 248 milhões

Os resultados líquidos da petrolífera deverão estar em linha com os 247 milhões registados em período homólogo.
CaixaBI: Galp deverá registar lucros semestrais de 248 milhões
Galp
André Cabrita-Mendes 25 de julho de 2017 às 10:27
A Galp deverá ter registado lucros de 248 milhões no primeiro semestre, um valor em linha com os 247 milhões registados em período homólogo.

A previsão é do CaixaBI numa nota divulgada esta terça-feira, 25 de Julho. A Galp divulga os seus resultados no dia 31 de Julho, antes da abertura da bolsa.

O EBITDA semestral da petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva deverá subir para os 883 milhões de euros, mais 37,6% face ao primeiro semestre de 2016.

Olhando somente para o segundo trimestre, a casa de investimento aponta que os lucros devem ascender aos 149 milhões de euros, mais 12,4% face aos 133 milhões registados no primeiro trimestre de 2016. Já o EBITDA trimestral deverá atingir os 464 milhões de euros, mais 10,6% face aos 337 milhões registados em 2016.

Já o consenso dos analistas que seguem a Galp aponta para um resultado líquido trimestral de 141 milhões de euros e para um EBITDA de 451 milhões.

"Uma forte contribuição do negócio de refinação e distribuição deverá suportar o EBITDA consolidado da empresa. Sazonalidade e o efeito Páscoa deverão ter contribuído para isso, com a margem de refinação também a providenciar suporte", diz o CaixaBI na sua nota.

A produção de crude aumentou no segundo trimestre face ao primeiro trimestre, mas foi penalizada pelos trabalhos de manutenção em algumas unidades no bloco BM-S-11, no pré-sal no Brasil.

"Salientamos que os patamares de produção diária por poço no pré-sal brasileiro permanecem elevados, contribuindo para a competitividade desta região face a outras offshore no resto do mundo", destaca a casa de investimento.

Já na área de aprovisionamento, distribuição e comercialização de gás natural da Galp na Península Ibérica, o CaixaBI espera um "retorno à normalidade depois de problemas de sourcing [aprovisionamento] de gás verificados no primeiro trimestre".

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub