Media Canais de informação da SIC deixam de ser transmitidos em Angola

Canais de informação da SIC deixam de ser transmitidos em Angola

A ZAP, operadora de Isabel dos Santos, já tinha suspendido a transmissão dos canais da SIC onde há espaços noticiosos. Esta segunda-feira foi a vez da DStv.
Canais de informação da SIC deixam de ser transmitidos em Angola
Pedro Elias/Negócios
Negócios 05 de junho de 2017 às 13:31

A DStv deixou de transmitir os canais SIC Notícias e SIC Internacional em Angola, de acordo com a informação veiculada pela estação de televisão detida pela Impresa.

 

A SIC adianta que "é totalmente alheia à decisão da retirada destes dois canais."

 

A DStv segue assim a mesma decisão tomada, em Abril, pela ZAP, de Isabel dos Santos.

 

Esta operadora só suspendeu a transmissão destes canais em Angola, mas manteve a SIC Notícias e a SIC Internacional em Moçambique, bem como a SIC Internacional na África do Sul.

 

Os restantes canais (SIC Mulher, SIC Radical, SIC Caras e SIC K) continuam a ser transmitidos em Angola quer pela DStv quer pela ZAP.

 

A suspensão de transmissão destes canais por parte da ZAP foi feita em Abril, depois de terem sido publicadas peças jornalísticas com críticas ao regime angolano.




A sua opinião15
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado bazanga 05.06.2017

Para quando boicota a tudo o que é da família dos Santos?

comentários mais recentes
Para V 06.06.2017

Em Portugal, poder judicial independente dos outros poderes ? Essa está boa ! Então porque é que com o procurador Pinto Monteiro não se passou nada e mal chega a Procuradora Joana Marques Vidal é que se começam a descobrir as fraudes todas que agora serão julgadas ? Independente...de vez em quando !

Para V 05.06.2017

Senhor V não é preciso Angola fazer um programa sobre a corrupção em Portugal porque a comunicação social já faz esses programas e mais, todos os casos de corrupção em Portugal estão em Tribunal (poder judicial independente do poder executivo e legislativo). Em Angola é que nada! Porque será?

Anónimo 05.06.2017

OS CORRUPTOS TÊM MEDO DA INFORMAÇÃO LIVRE, É SÓ ISSO. ESQUECEM-SE É QUE ESTÁ TUDO NA INTERNET. ALIÁS ESTES CANAIS DEVIAM SER LIVRES VIA INTERNET ERA UM SERVIÇO AOS PALOP.

V 05.06.2017

Angola devia fazer um programa sobre a honestidade dos políticos em Portugal...da mistura deles com o poder económico...Mexia, Neto, Bava, Socrates, Salgado, Vara, Granadeiro, Pinho, Nuno Vasconnçelos, ...digo mais ?? Ora , ora, Portugal não tem moral para dar lições a Angola ou qq outra nação !

ver mais comentários
pub