Turismo & Lazer Cancelamentos da Ryanair já estão a afectar o turismo nacional

Cancelamentos da Ryanair já estão a afectar o turismo nacional

Há operadores turísticos que já estão a ser prejudicados pelos cancelamentos de voos, assim como aeroportos. O sector ainda olha com cautela para a situação mas sublinha que a companhia está a desrespeitar os consumidores.
Cancelamentos da Ryanair já estão a afectar o turismo nacional
Bloomberg / Reuters / Getty Images
Celso Filipe 19 de setembro de 2017 às 19:52

O cancelamento de mais de três centenas de voos da Ryanair de e para Portugal já está a afectar o sector do turismo, embora os seus responsáveis prefiram, para já, não fazer comentários oficiais.

 

"A notícia não é boa" e alguns aeroportos, em particular o do Porto, já estão a ser afectados, afirmou uma fonte do sector ao Negócios.

 

Segundo o mesmo interlocutor, há operadores com "pacotes turísticos vendidos associados à Ryanair" que já estão também a ser prejudicados, sendo que o provedor das Agências de Viagem e Turismo já estará a receber queixas motivadas pelo cancelamento massivo de voos da companhia de baixo custo irlandesa.

 

A par destes problemas, a mesmo fonte não tem dúvidas em classificar a decisão da Ryanair como um "desrespeito pelo consumidor".

 

A companhia justificou a suspensão de voos pela necessidade de dar férias às tripulações, mas esta narrativa está longe de ser convincente. "A maior dúvida é se estamos perante uma desordem de gestão ou mais qualquer coisa mascarada de desordem de gestão", comenta esta fonte contactada pelo Negócios.

 

O eurodeputado Carlos Coelho (PSD) questionou esta terça-feira, 19 de Setembro, com carácter de urgência a Comissão Europeia sobre os cancelamentos de voos pela Ryanair e recusa de indemnização, que considera violarem os direitos dos consumidores.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mr.Tuga 20.09.2017

Obrigado Ryanair!!!!!!!!!!!!! Por nos livrares destas romarias de turistazecos de MIERDA e tesos que dificultam a vida a quem vive e trabalha na cidade!

OBRIGADO!

Anónimo 19.09.2017

Um dia observei uma família amiga brasileira a ser indemnizada pela TAP, porque a companhia não lhes garantirem o voo com reserva confirmada e colocaram-nos em voo do dia seguinte, assumindo as despesas de hotel para a noite do adiamento. Será que a Ryanair tem algum estatuto diferente?

Saber mais e Alertas
pub