Empresas Cardmobili representa Portugal na final de concurso da Vodafone

Cardmobili representa Portugal na final de concurso da Vodafone

Tecnológica portuguesa está entre os quatro finalistas de concurso do grupo Vodafone.
Carla Pedro 16 de Setembro de 2010 às 16:37
A Vodafone anunciou as quatro finalistas do Vodafone Mobile Clicks 2010, um concurso para encontrar a melhor e mais inovadora “start-up” na área de Internet móvel.

A portuguesa Cardmobili – que oferece um serviço móvel de fidelização de clientes e substitui o uso dos cartões - está entre as quatro finalistas deste concurso, de par com a espanhola Malcolm, a holandesa Akvo Phone e a britânica Roulette Cricket, refere o “site” da “Telecom paper”.

As empresas finalistas vão representar os seus países na final ao vivo, no Picnic Festival a 24 de Setembro na Holanda, refere a mesma fonte. A vencedora será escolhida por um júri de especialistas do sector.

No seu “website”, a Cardmobili anuncia estar entre as finalistas para o melhor projecto de Internet móvel criado por uma “start up” e pede ao público que dê o seu voto, já que este é importante para escolher o vencedor do concurso.

O serviço online desenvolvido pela Cardmobili permite juntar e utilizar no telemóvel todos os cartões de cliente e de associado de pontos e descontos que normalmente se acumulam na carteira.

Neste momento, o serviço está disponível em Portugal, EUA e Canadá, nomeadamente através de aplicações para iPhone, Android e outros sistemas operativos móveis. Brevemente será lançada a versão para a loja de Apps do serviço Vodafone 360 que vai permitir alargar a oferta a mais 6 mercados europeus: Alemanha, Espanha, Holanda, Irlanda, Itália e Reino Unido.

Estão em disputa 150.000 euros em prémios, divididos entre o primeiro prémio de 100.000 euros e o segundo de 50.000 euros. A atribuição dos prémios resultará da opinião do júri da final e da votação pública cujo peso será equivalente a um membro do júri.






A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub