Transportes Carris é o único transporte público a perder passageiros

Carris é o único transporte público a perder passageiros

A empresa de transportes em autocarros de Lisboa fala numa “tendência de inversão” apesar da quebra de 0,8% no primeiro semestre, em termos homólogos.
Carris é o único transporte público a perder passageiros
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 13 de setembro de 2017 às 09:36

A Carris é a única empresa de transportes públicos a perder passageiros durante o primeiro semestre de 2017, quando a comparação é feita em termos homólogos, escreve o Público desta quarta-feira, 13 de Setembro.

A empresa, que passou no início do ano para a Câmara de Lisboa, sofreu uma descida de 0,8% entre Janeiro e Junho, com 61,9 milhões de viagens. A transportadora fala, contudo, numa "tendência de inversão".

Na área de Lisboa, o Metro teve uma evolução de 7,3% para 81,3 milhões de viagens e a CP atingiu 60,2 milhões de viagens, uma subida de 7,5%.

Quando analisadas todas as empresas públicas – incluindo a STCP, a Metro do Porto e a Transtejo – o crescimento até Junho é de 2,5%, com 536 milhões de viagens. Números que, recorda o Público, continuam abaixo dos registados em 2012.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Filipe Há 1 semana

Com o serviço prestado pela Carris não é de admirar

fpublico condenado a 48 anos trabalho/descontos Há 1 semana

EM PORTUGAL NEM OS CIGANOS ANDAM DE AUTOCARRO, T~EM MUITOS CARRINHOS E CASAS DE BORLA A CUSTA DOS TUGAS MANSOS

Anónimo Há 1 semana

Mas mesmo assim o Medina comprou + autocarros, contratou + motoristas. Grande Artista! Segue as pegadas do Socrates! Tal e Qual!

pub
pub
pub
pub