Automóvel Carros anteriores a 2006 vão pagar o dobro para circular em Londres

Carros anteriores a 2006 vão pagar o dobro para circular em Londres

Os condutores que queiram entrar em algumas partes de Londres e conduzam veículos anteriores a 2006 vão ser obrigados pagar o dobro do que pagam actualmente. O objectivo é reduzir a poluição na capital britânica.
Carros anteriores a 2006 vão pagar o dobro para circular em Londres
Negócios 23 de outubro de 2017 às 15:52

A partir desta segunda-feira, os automóveis que entrem no centro de Londres e sejam anteriores a 2006 vão ser obrigados a pagar praticamente o dobro da taxa que pagam actualmente. De acordo com a Reuters, os veículos a gasolina e gasóleo que não cumpram a norma de emissões Euro 4 vão pagar mais 11,2 euros (10 libras) de cada vez que quiserem circular nas zonas mais congestionadas, como a zona financeira ou a parte ocidental da cidade.

 

Actualmente, esses veículos já pagam 12,9 euros (11,5 libras). O valor a pagar para entrar nessas áreas vai, assim, praticamente duplicar. A decisão de implementar a taxa "T-Charge" tem como objectivo melhorar a qualidade do ar na capital e salvar vidas. "O ar é mau e também pode matar. Há crianças em Londres com pulmões sub-desenvolvidos" e "adultos que sofrem de um conjunto alargado de doenças causadas pela má qualidade do ar, desde asma à demência, e até ataques cardíacos", referiu o presidente da câmara, Sadiq Kahn.

 

A taxa deverá abranger um total de 34 mil veículos todos os meses, uma pequena fracção dos 550 mil que utilizam as zonas referidas. Mas abre a porta a novas restrições no futuro, incluindo uma zona de emissões ultra reduzidas em 2020. O autarca, do Partido Trabalhista, pediu ao Governo de Theresa May (Partido Conservador) que avance com mecanismos de incentivo à troca de carros a gasóleo.

 

A medida afecta tanto os carros a gasolina como a gasóleo, mas acaba por ser mais um golpe no mercado dos veículos a diesel, que desde o escândalo das emissões da Volkswagen têm visto as vendas cair a pique – no Reino Unido, caíram 14% só este ano, enquanto que a procura por modelos a gasolina tem subido, acrescenta a Reuters.

 

Em Lisboa, os carros mais antigos também estão proibidos de circular em determinadas partes da cidade, embora não tenham de pagar qualquer taxa. Os carros anteriores a 1996 não podem circular na maioria do concelho, e os anteriores a 2000 não podem circular na Avenida da Liberdade nem na baixa pombalina.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Os popós estão sempre na agenda do dia dos políticos da treta, isto porque é através "dele" que se consegue receita fácil. Conduziram o mundo para esta inevitabilidade e agora é só cobrar, até o chão das cidades e vilecas lhes pertence (estacionamento) visando receita fácil.
Inúteis..

Johnny Há 3 semanas

Eu já só vou a essa trampa dessa cidade quando o rei faz anos
Agora é que vou mesmo deixar de ir a essa mrda
Só tenho pena de ainda não terem construído o aeroporto no Montijo...

Anónimo Há 3 semanas

Se calhar em vez de taxar os carros por causa da qualidade do ar não seria melhor sairem as pessoas de Londres e irem viver para fora da cidade se calhar isso é que resolvia o problema.

pub