Automóvel Cartas por pontos sem cursos um ano depois

Cartas por pontos sem cursos um ano depois

Um ano depois de entrar em vigor o novo regime da carta por pontos, não chegaram ainda às escolas condutores com infracções que exigiam formação, escreve o Jornal de Notícias desta quarta-feira, 31 de Maio.
Cartas por pontos sem cursos um ano depois
Correio da Manhã
Negócios 31 de maio de 2017 às 09:24

Não houve ainda nenhum condutor a fazer a formação de segurança rodoviária destinada aos infractores que percam sete ou mais pontos dos 12 iniciais na sua carta de condução.

Um ano depois da entrada em vigor do sistema da carta por pontos, o Jornal de Notícias procurou perceber em que ponto estava esta obrigação legal.


"Sabemos que há processos de contraordenação em curso, mas os condutores ainda não foram notificados", diz Fernando Santos, presidente da Associação Nacional dos Industriais de Ensino de Condução Automóvel (ANIECA).


A "demora" da Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária (ANSR) no processamento das infracções é apontada como a principal razão para que nenhum condutor tenha feito o curso de 16 horas.


As próprias escolas de condução têm dúvidas sobre o modo como será ministrada a formação em aspectos concretos como o preço a se a mesma poderá ser dada em turmas. Apesar disso, algumas escolas de condução ouvidas pelo JN dizem-se preparadas para avançar, embora não tenha havido procura.


A ANSR promete revelar esta quarta-feira, 31 de Maio, o balanço estatístico do primeiro ano de funcionamento da carta por pontos.


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

As noticias nunca são por acaso.A quem beneficia economicamente a efetivação dos cursos?Estarao a estimular a ação punitiva sobre os condutores?Mais uma trumpomania?Acusam os serviços por falta de diligencia nos processos?Incentivam o lixem os condutores?Querem mais funcionários no sistema?

pub
pub
pub
pub