Empresas Catalunha arrisca perder até 5 mil milhões com fuga de empresas

Catalunha arrisca perder até 5 mil milhões com fuga de empresas

Se a mudança de sedes sociais - já feita por algumas das principais empresas sediadas na Catalunha - se confirmar como tendência generalizada perante uma declaração de independência, a região autonómica arrisca perder até 5 mil milhões de euros de receitas, contabiliza o Cinco Dias.
Catalunha arrisca perder até 5 mil milhões com fuga de empresas
Reuters
Negócios 19 de outubro de 2017 às 15:43

O Cinco Días escreve esta quinta-feira, 19 de Outubro, que a "transferência massiva de sedes sociais de grandes empresas", da Catalunha para outras regiões de Espanha, poderá ter um enorme impacto socioeconómico.

 

O jornal económico espanhol quantifica em até 5 mil milhões de euros o montante que a região arrisca perder em receitas fiscais, isto se as empresas decidirem também transferir as suas sedes fiscais, algo que várias grandes companhias catalãs já revelaram estar a pensar fazer.

 

O jornal nota que se tem assistido já a um movimento de mudança de sede social por parte de várias empresas, que assim procuram maior estabilidade jurídica perante a ameaça de uma Catalunha independente.

 

Como exemplo de destaque surge a banca catalã, com os dois maiores bancos da Catalunha (CaixaBank e Sabadell) a terem já transferido as respectivas sedes sociais para outras regiões espanholas, uma decisão que visa desde logo a tentativa de não perder acesso ao financiamento do BCE.

Esta quinta-feira, 19 de Outubro, o governo autonómico catalão não respondeu de forma esclarecedora ao ultimato feito por Madrid, o que levou o governo espanhol a anunciar que no sábado se irá reunir em conselho de ministros para definir as medidas que serão levadas ao Senado por forma ao accionar do aritog 155 da Constituição.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
tereza Há 1 dia

Estamos em época de egoísmos e individualismo, por sermos ricos queremos ser independentes e não percebemos que a riqueza tem sido criada á custa das regiões mais pobres.

luis Há 1 dia

Catalunha, Galiza, Estremadura e País Basco estão a afastar investidores para Madrid e Portugal. A divisão em Espanha atrai investidores e turistas para terras lusas, especialmente os latinos.

Saber mais e Alertas
pub