Banca & Finanças Centeno: "Reforma da supervisão pode ser executada num longo período de tempo"

Centeno: "Reforma da supervisão pode ser executada num longo período de tempo"

O calendário de execução da reforma da arquitectura de supervisão só vai ser definido depois da consulta pública da proposta agora apresentada. O ministro das Finanças admite que possa ser "executado num longo período de tempo".
Maria João Gago 18 de setembro de 2017 às 17:40
A proposta de reforma da arquitectura da supervisão financeira vai estar em consulta pública até 20 de Outubro e, só depois disso, o Ministério das Finanças "estará em melhor condições de definir um calendário de aprovação da reforma".

No entanto, Mário Centeno admite que "as mudanças sejam executadas ao longo de um longo período de tempo, de acordo com um calendário que seja compatível com a actividade do sector financeiro". Até porque "está em causa uma reforma estrutural ", sublinhou, sugerindo que a concretização da reforma possa ser feita de forma faseada.

O ministro prometeu que a proposta final de reforma da arquitectura de supervisão vai integrar "o contributo dos supervisores, propostas que estão na Assembleia da República e que sejam adequadas" e espera contar "com a participação de todos os intervenientes".



pub