Automóvel CEO da SIVA: "Foram intervencionados 60% dos carros" com problemas de emissões

CEO da SIVA: "Foram intervencionados 60% dos carros" com problemas de emissões

Em Portugal já foram feitas correcções em cerca de 60% dos 100 mil carros afectados. Pedro de Almeida acredita que processo pode estar concluído até final do ano.
A carregar o vídeo ...
André Veríssimo e Rosário Lira
André Veríssimo Rosário Lira 30 de setembro de 2017 às 21:00
Pedro de Almeida diz que o processo de reparação dos automóveis da Volkswagen abrangidos no escândalo das emissões "está em modo de encerramento". Em entrevista ao programa Conversa Capital, da Antena 1 e do Negócios, o CEO da SIVA adianta que já foram intervencionados cerca de 60 mil dos 100 mil carros em causa.

"Em Portugal, o lote de carros a intervencionar é de cerca de 100 mil e foram intervencionados cerca de 60 mil, portanto, estamos com cerca de 60%", revelou Pedro de Almeida.

O responsável justificou que o processo é agora mais difícil: "A parte final é sempre mais lenta do que a inicial, porque nós começamos a não conseguir encontrar os clientes. Porque o cliente que comprou aquele carro e cujo nome está registado na nossa base de dados já não é o dono daquele carro".

A SIVA espera ter o processo concluído até ao final do ano.



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Tuga sempre Tuga 01.10.2017

Esta intervenção não passa de um simples update na eletronica. O problema está nos motores, e como esses são totalmente mecânicos qualquer alteração na mistura do combustível vai sobreaquecer as válvulas. Nos EUA a VW foi obrigada a comprar os carros dos clientes e destruí-los. Os Tugas engolem tudo

Aldrabões organizados 01.10.2017

Todas as marcas alemãs são fraudulentas e a maior parte dos modelos a diesel provocam emissões 40% mais altas do que o indicado. Na Alemanha, os donos dos carros a diesel com norma Euro 5 e 6 foram obrigados a uma intervenção nos seus veículos. O resultado tem sido válvulas queimadas.

CaTu 01.10.2017

Uma marca que vende produtos de consumo vigariza os consumidores e reguladores relativamente a emissões de gases com efeito na saúde e na evolução do clima no Planeta ... qual o castigo? Nos centros de inspecção chumbam carros por pormenores bem mais insignificantes

General Ciresp 30.09.2017

Palhacada da grossa.Na America nao tem conta quantos eles sao,e eles aparecem todos,porque eles vao ter 1 paga ao serem enganados na compra.Quando o interesse e minusculo ate nos incomodamos com o aparecimento deles.1 carro e mais bem registado q um ser humano,como tal ate ha morte sabe-se onde para

pub