Banca & Finanças CGD abre concurso para encontrar administrador para a Culturgest

CGD abre concurso para encontrar administrador para a Culturgest

A Caixa Geral de Depósitos publicou um anúncio com o objectivo de encontrar um novo administrador para a Culturgest. Os candidatos interessados poderão enviar os respectivos currículos  para o e-mail da fundação.
CGD abre concurso para encontrar administrador para a Culturgest
Pedro Catarino

A Caixa Geral de Depósitos está à procura de um novo administrador para a Culturgest, fundação detida pelo banco público cuja actividade se dirige à promoção das artes.

 

A CGD decidiu "abrir uma consulta pública com o propósito de recolher eventuais manifestações de interessados para um eventual convite que entenda formular para o exercício de funções como membro do conselho de administração e do conselho directivo da Fundação", segundo pode ler-se num anúncio público.

 

Ao Negócios, fonte oficial da Caixa explica que este processo foi iniciado depois de Miguel Lobo Antunes ter manifestado vontade, ainda em Dezembro do ano passado, de "cessar funções" enquanto vogal da administração da Culturgest, que é presidida por Álvaro José do Nascimento.

 

No já referido anúncio, a CGD especifica que o futuro administrador terá como responsabilidades "as funções inerentes às actividades da Fundação relativas à programação e à comunicação e ainda à gestão da colecção de arte da Caixa Geral de Depósitos".

 

Apesar de os regulamentos não obrigarem a este tipo de procedimentos, a Caixa optou por não fazer uma mera nomeação considerando que o processo de consulta pública assegura maior transparência e rigor. O júri responsável pela avaliação dos eventuais candidatos é composto por três elementos, um deles indicado pela própria CGD e os restantes escolhidos entre personalidades com "reconhecido mérito no meio artístico e cultural".

 

Aos potenciais interessados, a Caixa informa que poderão recolher informações adicionais através do endereço de e-mail culturgest@cgd.pt, para onde deverão ser enviados as "manifestações de interesse". O prazo para o envio das candidaturas termina no próximo dia 17 de Junho.

 

O banco público nota que "os eventuais interessados devem estar disponíveis para iniciar funções a curto prazo", acrescentando que as condições contratuais "serão objecto de prévia definição com o candidato que venha a ser escolhido".




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 03.06.2017

O quê? Mas, fecham Balcões onde são necessários e mantêm os luxos! Andam a brincar com os portugueses.

Conselheiro de Trump 02.06.2017

O curandeiro de algarismos mimico aritmetico juntamente com o d.branca queriam duas dezenas de administradores na cx,a equipa do fina flor mario draghi disse que nao podia ir alem de dezena e meia.Nao foram todos duma so vez la para dentro que a gerigonca queria,vao as gotas,A isto chama-se REFORMAS

pub