Web Summit Chambers: Para que ninguém fique para trás com a digitalização é preciso apostar na formação

Chambers: Para que ninguém fique para trás com a digitalização é preciso apostar na formação

O "chairman" executivo da Cisco considera que um caminho para que as pessoas não fiquem para trás com os avanços tecnológicos passa pela aposta na formação, quer dos actuais profissionais quer dos mais jovens. Contudo, essa aposta tem de ser rápida.
O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens O segundo dia do Web Summit em imagens
Miguel Baltazar - Fotografia
Ana Laranjeiro 08 de Novembro de 2016 às 13:01

John Chambers, presidente da Cisco Systems, que esteve no Web Summit a falar sobre o facto a digitalização de todos os países, começou por assinalar que "quando pensamos no papel que a tecnologia teve na sociedade, pensamos na primeira geração da internet".


"O mundo digital começou em 2010 e agora é 'mainstream'", o que acaba por levar a "mudanças dramáticas" nas vidas das pessoas. Além disso, as transformações tecnológicas em curso, "em termos tecnológicos, significam combinar ‘cloud’ e mobilidade para ter a informação correcta, na altura certa", para que as decisões correctas possam ser tomadas. Já em termos económicos, os benefícios ascendem a milhares de milhões de dólares.

Chambers assinalou também que vários países têm em curso esta digitalização. "Há dois anos, o presidente Hollande delineou a sua visão para uma França digital". A França começa a ser tida como Startup Nation na Europa. E "nos primeiros seis meses deste ano foi o país número um na Europa em termos de venture capital [capital de risco] para start-ups".

Em relação à questão de que muitas pessoas podem ficar para trás com a transformação digital que as economias estão a atravessar, Chambers assinalou que "o que temos de fazer é pensar como é treinar os nossos trabalhadores e os nossos jovens, e temos de o fazer muito rapidamente, caso contrário" as pessoas podem de facto ficar para trás.

O líder da Cisco salientou ainda que se forem dadas competências tecnológicas às pessoas e oportunidades, a maioria vai conseguir acompanhar os desenvolvimentos.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub