Imobiliário Chiado sobe no "ranking" das localizações de retalho mais caras do mundo

Chiado sobe no "ranking" das localizações de retalho mais caras do mundo

A 5ª Avenida em Nova Iorque continua a ser a mais cara do mundo, num ranking em que o Chiado surge na 34º posição.
Chiado sobe no "ranking" das localizações de retalho mais caras do mundo
O Chiado ocupa a 34ª posição no ranking da Cushman & Wakefield
Negócios 16 de Novembro de 2016 às 10:24

Com uma renda anual de 1.200 euros por metro quadrado, o Chiado ocupa a 34.ª posição no ranking das localizações de retalho mais caras do mundo.

 

De acordo com um estudo da consultora Cushman & Wakefield, que só inclui um local por país, a zona comercial lisboeta subiu duas posições no ranking mundial.  

 

Segundo Marta Esteves Costa, associate e directora do departamento de research & consultoria da Cushman & Wakefield, "este resultado reflecte o dinamismo que se continua a verificar no comércio de rua, o qual além da recuperação económica, tem vindo a beneficiar do forte crescimento do turismo e incremento da reabilitação urbana".

 

"As cidades de Lisboa e Porto gozam não só de uma forte atractividade junto das principais marcas a operar em Portugal, como fazem também parte do plano de expansão de retalhistas internacionais que pretendem entrar no mercado nacional, inclusive marcas de luxo que procuram espaços que cumpram os seus requisitos", refere um comunicado da consultora, dando conta que em Lisboa estão a surgir novos destinos de comércio como o Cais do Sodré e a zona do Mercado da Ribeira em Lisboa e no Porto o Largo dos Loios e a Rua das Flores.

Segundo a mesma fonte, em Lisboa, a renda prime no Chiado situa-se nos 100 euros/m²/mês e na Avenida da Liberdade nos 90 euros/m²/mês. No Porto a renda na Rua de Sta. Catarina aumentou para 55 euros/m²/mês.

 

5ª Avenida continua a liderar

 

O estudo da Cushman, que inclui um ranking de 71 localizações, conclui que em 36% dos locais as rendas subiram.

 

A localização de retalho mais cara do mundo continua a ser 5ª Avenida, em Nova Iorque, com uma renda anual de 29.065,5 euros por m². Segue-se Causeway Bay, em Hong Kong, nos 27.884 euros.

 

Na Europa, os Campos Elísios em Paris, são a localização mais cara, ocupando a terceira posição do ranking, seguidos pela New Bond Street em Londres, com rendas anuais de 13.255 euros/m2 e 12.433 euros/m2 respectivamente. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
É natural Há 3 semanas

Nós temos todos enormes salários.

pub