Tecnologias Claranet vai recrutar 100 trabalhadores até ao fim do ano

Claranet vai recrutar 100 trabalhadores até ao fim do ano

Cerca de 30% do recrutamento será realizado em Portugal, onde a empresa tem uma forte necessidade de profissionais com perfil tecnológico, na sequência da integração da ITEN Solutions.
Claranet vai recrutar 100 trabalhadores até ao fim do ano
Rita Faria 24 de julho de 2017 às 17:41

A Claranet vai contratar cerca de 100 trabalhadores até ao final de 2017 para as várias empresas que o grupo detém em Portugal, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda, Espanha e Itália.

O grupo tecnológico, com sede em Londres, anunciou que cerca de 30% deste recrutamento ocorrerá em Portugal, na sequência da aquisição da ITEN Solutions, que dará origem a uma nova estrutura interna.

"Encaramos o recrutamento de forma muito séria. Temos o compromisso de trazer para dentro de casa os melhores profissionais, que sejam também as pessoas certas, e que nos permitirão ajudar os nossos clientes a fazer coisas incríveis", afirma Sónia rato de Jesus, directora de Recursos Humanos da empresa, citada em comunicado.

A responsável acrescenta que, no actual contexto, em que a empresa está a crescer rapidamente, "torna-se ainda uma tarefa mais importante, pois não podemos deixar que esta urgência diminua o nível de exigência".

A empresa procura os candidatos em portais de emprego e na rede profissional LinkedIn. No entanto, as posições de recrutamento estão igualmente à disposição de quem se quiser candidatar, no site da empresa, a nível nacional e internacional. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Boa noticia Há 3 semanas

Exceto para os direitalhos

pub