Telecomunicações Meo "nega que Claudia Goya esteja de saída da empresa"

Meo "nega que Claudia Goya esteja de saída da empresa"

A presidente executiva da Meo poderá deixar de ser presidente executiva da Meo, segundo o Jornal Económico e o Eco. Fonte oficial da operadora desmente que a gestora "esteja de saída da empresa".
Meo "nega que Claudia Goya esteja de saída da empresa"
Marta Poppe
Sara Ribeiro 20 de novembro de 2017 às 16:50

Cláudia Goya estará de saída da presidência executiva da Meo, quatro meses depois de ter assumido o cargo. Segundo o Jornal Económico, a gestora deverá abandonar o cargo na operadora esta semana. Já o Eco avança que terá sido demitida no âmbito das alterações efectuadas na Altice no seguimento da saída de Michel Combes.

A gestora ocupou o cargo de presidente executiva da Meo em Julho deste ano, substituindo Paulo Neves que passou a ocupar o cargo de "chairman" e ficou com o dossiê da compra da Media Capital,  negócio que ainda precisa de luz verde por parte da Autoridade da Concorrência.


Segundo o Eco, Cláudia Goya terá estado na semana passada em Paris para um encontro de presidentes de empresas da Altice. E o Jornal Económico acrescenta que a substituição para o cargo de CEO deverá passar por uma solução interna.

Contactada pelo Negócios, fonte oficial da Meo referiu que não comenta "rumores" e "nega que Cláudia Goya esteja de saída da empresa".


As notícias da saída de Cláudia Goya da liderança da Meo acontecem pouco tempo depois da demissão de Michel Combes da presidência executiva da Altice. O que levou a uma reorganização na gestão do grupo, com Patrick Drahi a voltar a assumir um papel-chave.

Dexter Goei regressou às funções de CEO da dona da Meo, cargo que passa a acumular com o de presidente do conselho de administração e presidente executivo da Altice USA. No entanto, o gestor abandona o cargo de chairman do grupo, que vai voltar a ser desempenhado por Patrich Drahi.

Já Dennis Okhuijsen, actual administrador financeiro, passa a acumular o cargo com a nova função de CEO da Altice para a Europa.

No âmbito da reorganização, Armando Pereira também voltou a ter um papel de destaque na gestão da Altice, passando a ser o director de operações (COO) de telecomunicações do grupo francês.


(Notícia actualizada 18:04 com reacção da Meo, que nega a saída de Cláudia Goya e actualizada pela última vez às 18:21)




pub