Empresas Lucro da José de Mello Saúde sobe 30% para 16,4 milhões de euros

Lucro da José de Mello Saúde sobe 30% para 16,4 milhões de euros

A José de Mello Saúde teve lucros de 16,4 milhões de euros no ano passado, um aumento de 30% face a 2013. Os rendimentos operacionais ultrapassaram pela primeira vez a barreira dos 500 milhões euros, enquanto o EBITDA subiu para 58,6 milhões de euros.
Lucro da José de Mello Saúde sobe 30% para 16,4 milhões de euros
Sara Ribeiro 29 de abril de 2015 às 22:25

A José de Mello Saúde fechou 2014 com lucros de 16,4 milhões de euros, o que representa um aumento de 30% face a 2013.

 

Os resultados operacionais consolidados aumentaram 7% para 532,1 milhões de euros, impulsionados pelo crescimento da actividade de cuidados de saúde privados (+8,6%) bem como pelo segmento de cuidados de saúde públicos (+5,4%), segundo o comunicado divulgado na quarta-feira pela empresa liderada por Salvador de Mello.

 

"Pela primeira vez na história da José de Mello Saúde os rendimentos operacionais consolidados ultrapassaram a barreira dos 500 milhões de euros", sublinha o presidente do Conselho de Administração do grupo.

 

O EBITDA (resultados antes de amortizações, depreciações, juros e impostos) ficou nos 58,6 milhões de euros, um crescimento de 30,2% em relação ao período homólogo.

 

"Regista-se uma maior eficiência a nível operacional em 2014, começando a obter-se os benefícios dos esforços dos últimos anos, o que permitiu à José de Mello Saúde um aumento dos resultados líquidos e também uma melhoria do EBITDA que se reflectiu em que a margem crescesse 1,9 pontos percentuais para 11%", acrescenta Salvador de Mello.

 

No ano passado o CAPEX (despesas de capital) da José de Mello Saúde situou-se nos 80,7 milhões de euros e dividiu-se entre investimento imobiliário (64,3 milhões de euros) e investimento em obras e equipamentos (16,6 milhões de euros).

 

"O elevado valor do investimento imobiliário, resultou da operação de aquisição dos imóveis, Hospital CUF Descobertas e Hospital CUF Infante Santo", detalha a empresa, sublinhando ainda que "apesar do elevado investimento, a dívida líquida consolidada registou um aumento de apenas 23,4 milhões de euros face a 2013", situando-se agora nos 102 milhões de euros.

 

Ao longo do ano passado as unidades hospitalares do grupo realizaram cerca de 1,8 milhões de consultas, o que traduz um aumento de 14% face a 2013.

 

A José de Mello Saúde já anunciou os planos de avançar com a construção de um novo hospital em Lisboa, num investimento estimado de 100 milhões de euros. A nova unidade será localizada em Alcântara, prevendo-se abertura ao público em 2018.

 

A este projecto acrescem a expansão do Hospital CUF Descobertas, o lançamento do Hospital CUF Viseu - que estará disponível no início do ano de 2016 – e a aquisição do Hospital Privado de Santarém.

 

Em Setembro do ano passado, a José de Mello também entrou na corrida à compra da Espírito Santo Saúde, dona do Hospital da Luz, que acabou nas mãos da seguradora Fidelidade. 




pub