Energia Combustíveis voltam a descer para mínimos de 2016

Combustíveis voltam a descer para mínimos de 2016

A próxima semana deverá ser a quarta de descidas consecutivas dos preços dos combustíveis em Portugal, com a gasolina a ser vendida ao valor mais baixo desde Novembro e o gasóleo em mínimos de Setembro.
Combustíveis voltam a descer para mínimos de 2016
Sara Antunes 23 de junho de 2017 às 11:28

Os preços dos combustíveis vão voltar a descer na próxima segunda-feira, 26 de Junho, uma descida mais pequena do que nas últimas semanas, mas que acentua a descida recente dos preços dos combustíveis e coloca-os em níveis idênticos aos observados em 2016.

 

Assim, o litro da gasolina deverá descer 0,5 cêntimos, o que tendo em consideração o preço médio actual praticado nos postos de abastecimento nacionais coloca o preço do litro em 1,378 euros, o que corresponde ao valor mais baixo desde Novembro de 2016, segundo os dados disponíveis no site da Direcção-Geral de Energia.

 

No caso do gasóleo a descida também deverá rondar os 0,5 cêntimos, o que reduz para 1,136 euros o preço médio por litro deste combustível. A confirmar-se será o valor mais baixo desde Setembro de 2016.

 

As descidas dos preços dos combustíveis têm por base cálculos do Negócios, que têm em conta a evolução média dos derivados do petróleo – gasolina e gasóleo – e a evolução do euro. Fonte do sector confirmou ao Negócios a dimensão das descidas.

 

A determinar a queda dos preços dos combustíveis esteve essencialmente a queda dos preços das matérias-primas, que acompanharam a depreciação dos preços do petróleo. O ouro negro chegou mesmo a negociar em mínimos de Novembro, numa altura em que os receios em torno do excesso de oferta acabaram por arrastar os preços do petróleo para mínimos. 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado SÍTIO MUITO MANHOSO 23.06.2017


... vão descer assim tanto ?

... CUIDADO ! ! !

comentários mais recentes
Anónimo 24.06.2017

Veremos se vai ser confirmado, muitas vezes estas informações não se confirmam, e a imprensa não tem o cuidado de desmentir.

SÍTIO MUITO MANHOSO 23.06.2017


... vão descer assim tanto ?

... CUIDADO ! ! !

Joaquim antunes 23.06.2017

É uma vergonha...como diria o outro la doPorto...um tal de Marques!!!Com o petróleo a 43 dls. o barril,é uma roubalheira total!!!! Olha se estivesse a 148 dls o barril como em 2008!!!Estava o gasóleo a 3 eus. o litro Agora baixarem meio cêntimo. É um fartar vilanagem.A roubar!!!!

Anónimo 23.06.2017

os árabes ainda vao ter que beber combustíveis em ves de agua

pub