Negócios num minuto  Como o aumento de capital pode mexer com os poderes dentro do BCP?

Como o aumento de capital pode mexer com os poderes dentro do BCP?

O aumento de capital do BCP poderá levar a alterações nos poderes dentro do banco. A Fosun ficará como a maior accionista, mas o que farão os restantes accionistas de referência? André Veríssimo, subdirector do Negócios, explica o que está em causa.
Negócios 12 de janeiro de 2017 às 15:38



A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Se uma empresa,particular precisa de dinheiro recorre à banca e faz empréstimos,pagando por isso taxas de juro elevadas .Acontece que os bancos quando precisam de dinheiro recorrem aos pequenos accionistas e pagam de juro ,quanto...Zero!!ACs em bancos falidos, ou não é atirar dinheiro para o LIXO!

pois Há 1 semana

e dentro de alguns anos seremos governados pelo governo comunista chinês

Anónimo Há 1 semana

Demissão de amado, vergonha da Banca Nacional

Anónimo Há 1 semana

sonangoal não vai reforçar a sua posição no bcp porque foi traída pelo maior eskroke da banca, com medo de perder a gamela encostou-se ao chinoca que concorreu à compra do b.novo, cheirou-lhe que a 2 cents por ação fazia um grande negócio e o n.amado o traidor baixou a calça e colou-se ao chinoca.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub