Energia Concluída a operação de venda da EDP Gás à REN por mais de 530 milhões

Concluída a operação de venda da EDP Gás à REN por mais de 530 milhões

A empresa gasista também conhecida por Portgas detém a segunda maior rede de distribuição de gás em Portugal, depois da Galp Gás Natural Distribuição.
Concluída a operação de venda da EDP Gás à REN por mais de 530 milhões
André Cabrita-Mendes 04 de outubro de 2017 às 17:35
A EDP e a REN anunciaram a conclusão da venda da EDP Gás à REN esta quarta-feira, 4 de Outubro, um negócio avaliado em mais de 530 milhões de euros.

"A conclusão desta transacção foi precedida das aprovações regulatórias e da autonomização do comercializador de último recurso de gás natural – EDP Gás Serviço Universal - do perímetro da EDP Gás", pode ler-se no comunicado divulgado pela REN.

"Esta transacção foi financiada com recurso a linhas de crédito e sujeita à aprovação dos órgãos sociais competentes da REN. É expectável que esta seja parcialmente refinanciada através de um aumento do capital social por novas entradas em dinheiro mediante oferta pública de subscrição e com respeito pelo direito de preferência dos acionistas", segundo o comunicado da REN.

A EDP, por seu turno, anunciou que vai usar os mais de 530 milhões de euros de encaixe para reduzir o seu endividamento. A dívida líquida da EDP atingia os 16.890 milhões de euros no final do primeiro semestre.

"Esta transacção ocorre no seguimento do plano de negócios anunciado em Maio de 2016, o qual comportava oportunidades para alienações de activos e resultará numa redução de dívida líquida de 536 milhões de euros no presente ano", refere o comunicado divulgado pela EDP esta quarta-feira, 4 de Outubro.

A eléctrica liderada por António Mexia sublinha que esta operação permite "reforçar os objectivos de desalavancagem delineados pela EDP, bem como aumentar o nível de integração do modelo de negócio da EDP".

A aquisição da empresa gasista também conhecida por Portgas foi anunciada a 7 de Abril. A EDP Gás detém a concessão para a distribuição de gás no noroeste de Portugal, cobrindo 29 municípios nos distritos do Porto, Braga e Viana do Castelo, totalizando 339 mil pontos de abastecimento. A EDP só vendeu a parte do negócio de distribuição de gás, sendo que a parte de venda aos clientes finais continua na EDP.

Esta empresa detém a segunda maior rede de distribuição de gás em Portugal, depois da Galp Gás Natural Distribuição, com 4.640 quilómetros e uma base de activos regulados de cerca de 451,6 milhões de euros. O EBITDA em 2016 foi de 48,5 milhões. 



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Isto é tudo um regabofe do Karelho. Neste país de m@rda os cartéis gozam de inteira impunidade.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub