Transportes Concurso para a linha Évora-Elvas lançado nos próximos 30 dias

Concurso para a linha Évora-Elvas lançado nos próximos 30 dias

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas reafirmou no Parlamento que o maior concurso previsto no plano Ferrovia 2020, no valor de 400 milhões de euros, será lançado no próximo mês.
Concurso para a linha Évora-Elvas lançado nos próximos 30 dias
Bruno Simão/Negócios
Maria João Babo 15 de fevereiro de 2018 às 15:53

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, garantiu esta quinta-feira, 15 de Fevereiro, no Parlamento que "nos próximos 30 dias" será lançado o concurso para a ligação ferroviária entre Évora e Elvas, "o maior concurso de há muitos anos, no valor de cerca de 400 milhões de euros".

Na interpelação ao Governo da iniciativa do PCP, sobre as necessidades de investimento nos serviços públicos, nomeadamente nos sectores da saúde, educação, transportes e comunicações, Pedro Marques salientou ainda que nos próximos 30 dias será dado início à modernização do troço entre Elvas e a fronteira espanhola, bem como, na linha da Beira Baixa, entre Covilhã e Guarda.

"Marcaremos o momento de viragem na ferrovia portuguesa", afirmou Pedro Marques, que acusou o anterior Governo de relativamente ao Plano Estratégico de Transportes e Infra-estruturas  (PETI) ter avançado apenas com "dois projectos técnicos, que representavam   do menos de 1,5% do investimento que ficou previsto no ferrovia 2020".

Relativamente à ligação entre Évora e Elvas, o ministro sublinhou tratar-se do "maior concurso de linha férrea em 100 anos", e que irá permitir a "ligação competitiva" do porto de Sines a Espanha e à Europa.

No total, a comparticipação nacional para a nova ligação ferroviária entre Évora e Elvas totaliza 264 milhões de euros. O restante será assegurado pelos fundos do mecanismo Interligar a Europa.

No conjunto, o corredor internacional Sul, de Sines à fronteira, terá um custo de 626 milhões, e entrará ao serviço no fim de 2021.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

E uma linha rápida Beja Lx, passando por Fogueteiro, ligando à já existente e estendendo ao aeroporto LX. Isso é que é digno de um país civilizado. Poupava-se um dinheirão e não se gastavam recursos noutro aeroporto. Nem se percebe como a UE vai financiar um aeroporto quando há um às moscas?!?!

General Ciresp Há 1 semana

O meu cao morreu se esse banqueiro ambulante quizer tambem andar ainhado eu dou-lhe a coleira,cabe-lhe nas goelas.

pub