Construção Concursos para compra de bens, serviços e empreitadas crescem 42% em Junho

Concursos para compra de bens, serviços e empreitadas crescem 42% em Junho

O número de anúncios de concursos públicos publicados em Junho cresceu 41,8%, em termos homólogos, representando um acréscimo da despesa prevista de 444 milhões de euros. Também os contratos publicados no portal BASE aumentaram.
Concursos para compra de bens, serviços e empreitadas crescem 42% em Junho
Maria João Babo 04 de agosto de 2017 às 16:13

O número de anúncios de concursos publicados em Diário da República e de contratos publicados no portal BASE aumentou no passado mês de Junho, revela a síntese mensal da contratação pública do Instituto dos Mercados Públicos do Imobiliário e da Construção (IMPIC).

Em Junho foram publicados 1.038 anúncios de abertura de concursos de aquisição de bens, serviços e empreitadas, no total de 730 milhões de euros. Deste total, as empreitadas de obras públicas representaram 222 milhões de euros (30%), sendo os restantes 508 milhões relativos a contratos de bens e serviços (70%).

Face a Junho de 2016, os anúncios de concursos publicados representaram um aumento de 41,8% em termos de número de procedimentos, assim como um acréscimo da despesa prevista de 444 milhões.

Em Junho último foram também reportados ao portal BASE mais 1.551 contratos do que no mesmo mês de 2016, representando um aumento da despesa contratada em 109 milhões de euros (mais 26,3%).

De acordo com os dados do IMPIC, dos 11.131 contratos publicados, num total de 523 milhões de euros, o ajuste directo continuou a ser o procedimento mais utilizado (81%). Em Junho foi o procedimento utilizado num total de 9.002 contratos, num montante de 229 milhões de euros.

O concurso público foi o procedimento usado em 792 contratos, num total de 193 milhões de euros.

Dos 11.131 contratos publicados em Junho, a maioria refere-se à aquisição de bens e serviços (9.515 contratos, ou seja, 85%), enquanto 1.616 dizem respeito a contratos de empreitadas de obras públicas (15%).

Em termos de despesa pública, os bens e serviços representam 335 milhões de euros, enquanto as empreitadas somam 188 milhões.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub